Eleições 2014 | Durante evento em Feira de Santana, lideranças médicas conclamam voto em Aécio Neves, enquanto Imbassahy classifica baianos de escravos

Evento da direita em Feira de Santana conclamou voto em Aécio Neves.
Evento da direita em Feira de Santana conclamou voto em Aécio Neves.
Evento da direita em Feira de Santana conclamou voto em Aécio Neves.
Evento da direita em Feira de Santana conclamou voto em Aécio Neves.

“No futuro, eu quero me orgulhar de não ter contribuído com essa falcatrua que está destruindo o País”, disse emocionada a ministra Eliana Calmon ao afirmar que estava com “as mangas arregaçadas para ir às ruas defender o nome de Aécio Neves à Presidência da República”. “Falo isto como cidadã e avó de dois netos que quer vê-los vivendo no Brasil”.

Ao fim do discurso, a ex-magistrada baiana foi aplaudida de pé pela plateia, que lotou o Teatro da CDL, na noite de ontem (14/10/2014), durante o lançamento do movimento “Feira com Aécio”, promovido por um grupo de profissionais da área de saúde de Feira de Santana. O evento contou com as presenças do prefeito José Ronaldo, dos deputados federais eleitos, José Carlos Aleluia, Antonio Imbassahy e Irmão Lázaro, os estaduais Targino Machado e Carlos Geílson, além do parlamentar Colbert Martins.

Para Eliana Calmon, que decidiu, aos 69 anos, deixar a situação de conforto da magistratura para candidatar-se ao Senado, a convite de Eduardo Campos e Marina, “a democracia corre perigo, quando não há alternância política e a corrupção corre nas entranhas do poder”. “Apoio Aécio para que se estabeleça no Brasil uma democracia digna e se combata a corrupção sem tréguas”.

O deputado federal eleito, José Carlos Aleluia, destacou que a eleição presidencial não será apenas para escolher um gestor. “Vamos decidir o destino do Brasil. E estão em jogo os valores e instituições de um país,  que foram jogados na lata de lixo pelo PT nestes últimos 12 anos. Vamos restaurar os valores fundamentais à preservação da dignidade das pessoas e da liberdade com Aécio Neves, presidente”.

O deputado federal Antonio Imbassahy (PSDB), por sua vez, afirmou que a Bahia não é curral eleitoral dos petistas. “Precisamos convencer milhões de baianos que é melhor ser livre do que escravo. Os baianos precisam voltar a gostar da liberdade”, assinalou Irmão Lázaro. Targino Machado conclamou os presentes a irem às ruas, lutar pelo voto para Aécio.

O prefeito José Ronaldo lembrou da vitória de ACM Neto, em 2012, quando, no segundo turno, ele viu nas ruas a mobilização de várias pessoas que nunca participaram da política, fazendo campanha contra o PT. “Vamos seguir este exemplo agora em Feira para eleger Aécio”, afirmou o prefeito.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9610 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).