789 casos da febre chikungunya são registrados no Brasil, Feira de Santana lidera ocorrências com 371 infectados

Boletim da PMFS sobre a chikungunya, emitido em 27 de outubro de 2014. Feira de Santana lidera ocorrências da febre chikungunya com 371 infectados. Para tristeza do povo feirense, município é líder nacional.
Boletim da PMFS sobre a chikungunya, emitido em 27 de outubro de 2014. Feira de Santana lidera ocorrências da febre chikungunya com 371 infectados. Para tristeza do povo feirense, município é líder nacional.
Boletim da PMFS sobre a chikungunya, emitido em 27 de outubro de 2014. Feira de Santana lidera ocorrências da febre chikungunya com 371 infectados. Para tristeza do povo feirense, município é líder nacional.
Boletim da PMFS sobre a chikungunya, emitido em 27 de outubro de 2014. Feira de Santana lidera ocorrências da febre chikungunya com 371 infectados. Para tristeza do povo feirense, município é líder nacional.

O Brasil já registrou 789 casos de febre chikungunya transmitidos dentro do país, segundo dados divulgados na quarta-feira (29/10/2014) pelo Ministério da Saúde. Três estados apresentaram casos da doença, que tem os mesmos vetores e sintomas da dengue.

Desses casos, chamados de autóctones, 330 foram registrados no município de Oiapoque (AP). Na Bahia foram registrados 371 casos em Feira de Santana, 82 em Riachão do Jacuípe, dois em Salvador, um em Alagoinha, um em Cachoeira e um em Amélia Rodrigues. Também foi registrado um caso em Matozinhos (MG), além de 39 pessoas que tiveram o diagnóstico da doença, mas foram contaminadas fora do país.

Na maioria dos casos de febre chikungunya, o paciente não precisa ser internado. Ele é tratado em casa, com remédios para aliviar dores e febre, conforme recomendação médica.

Segundo o Ministério da Saúde, para evitar a transmissão do vírus, é fundamental que as pessoas reforcem as ações de eliminação dos criadouros dos mosquitos. As medidas são as mesmas para o controle da dengue, ou seja, evitar água parada.

Prefeitura de Feira de Santana diz que não ocorreram registro de novos casos de chikungunya 

Não houve nenhum caso confirmado da febre chikungunya na última semana em Feira de Santana. Os números se mantiveram em 371 pessoas acometidas pela doença. É o que aponta o boletim divulgado nesta terça-feira (28/10/2014), pela Secretaria Municipal de Saúde, através da Divisão Epidemiológica.

Até o dia 25 de outubro, foram notificados 1161 casos suspeitos de chikungunya. Destes 371 foram confirmados, 56 descartados e 734 continuam em investigação. As semanas epidemiológicas 35 a 42 concentraram 1037 (89,31%) do total de casos suspeitos, com redução a partir da 41ª semana epidemiológica.

Os 1161 casos suspeitos estão concentrados na faixa etária de 35 a 49 anos com 353 (30,40%), seguida da faixa etária dos 20 a 34 anos com 297 (25,58%) e em pessoas com 50 a 64 anos com 194 (16,70%) casos. O sexo feminino predomina com 768 (66,15%) e masculino com 393 (33,85%).

Foram notificados casos em 74 localidades do município, dentro as quais o conjunto George Américo apresentou 456 (39,27%) notificações. Na sequência os bairros Campo Limpo com 212 (18,26%), Sítio Novo com 50 (4,30%), Cidade Nova com 35 (3,01%), povoado Rio do Peixe (distrito de Jaguara) com 32 (2,75%) e o bairro Sobradinho com 32 (2,75%).

Outros casos foram notificados no bairro Parque Ipê com 23 (1,98%), Pampalona com 17 (1,46%), Gabriela com 14 (1,37%), distrito Maria Quitéria com 15 (1,29%), Queimadinha com 13 (1,11%) e o Tomba com 10 (0,86%).

A distribuição geográfica dos casos concentrou-se no George Américo. Contudo, a doença se propagou para o Campo Limpo, Cidade Nova, Parque Ipê, Sobradinho, Mangabeira, Gabriela, Rua Nova, Pampalona, Pedra do Descanso e outros.

A redução no número de pessoas acometidas pela doença no municipio está atribuída às ações que estão sendo desenvolvidas, como acompanhamento e monitoramento de todos os casos, bloqueio de bomba costal, faxinaços e tratamento focal e perifocal, realização de atividades de educação em saúde, além de visitas domiciliares.

Leia +

337 casos da febre chikungunya são registrados no Brasil, Feira de Santana lidera ocorrências com 274 infectados

Médico e professor da UnB diz que vírus chikungunya chegou para ficar

Vereador Pablo Roberto cobra ações do município para combater o surto da chikungunya em Feira de Santana

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108613 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]