Segundo semestre da Universidade Federal do Oeste da Bahia começa com 12 novos cursos

Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob), campus Edgard Santos, em Barreiras.
Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob), campus Edgard Santos, em Barreiras.
Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob), campus Edgard Santos, em Barreiras.
Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob), campus Edgard Santos, em Barreiras.
Governador Jaques Wagner visita as instalações da Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob), campus Edgard Santos, em Barreiras.
Governador Jaques Wagner visita as instalações da Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob), campus Edgard Santos, em Barreiras.

A Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob), campus Edgard Santos, em Barreiras, entra em uma nova fase. Doze novos cursos passam a ser oferecidos nas cidades-sede da instituição –  engenharia de produção, medicina, farmácia, nutrição, engenharia de biotecnologia, história, engenharia mecânica, agronomia, medicina veterinária, publicidade e propaganda, engenharia elétrica e artes visuais.

O evento de abertura do semestre letivo, que marcou o início da implantação dos novos cursos, foi realizado na manhã desta terça-feira (9), com a presença do governador Jaques Wagner, da reitora da universidade, Iracema Veloso, e do secretário de Educação Superior do Ministério da Educação, Paulo Spelle, e dos secretários estaduais de Relações Institucionais, Cícero Monteiro, da Educação, Osvaldo Barreto. Juntos, eles visitaram a biblioteca e laboratórios instalados no campus.

De acordo com o governador, a criação da Ufob, que passa a dispor de 29 cursos, significa esperança, desenvolvimento e conhecimento. “Não tenho dúvida ao afirmar que a Universidade Federal do Oeste da Bahia, que já nasce do tamanho que considero grande, é um centro de saber, um centro difusor de idéias”.

A reitora explicou que a Ufob foi desmembrada de um campus avançado da Universidade Federal da Bahia (Ufba), que já tinha 17 cursos. A intenção, segundo ela, “é oportunizar aos estudantes egressos da escola pública de cada município-sede e das regiões circunvizinhas, o acesso à nossa universidade, que já começou com 50% das vagas ocupadas por egressos de escolas públicas”.

Ainda de acordo Iracema Veleso, 51% dos estudantes do curso de farmácia (45 vagas) são de Barreiras e 68%, de outras localidades do oeste baiano. O curso de nutrição (45 vagas) tem 70% dos alunos da região e 62,5% de Barreiras.

No curso de história (45 vagas) 75% dos alunos são oriundos de unidades de ensino da região e 70% de Barreiras. “Estamos conseguindo acolher os estudantes da região”. No total, a Ufob dispõe de 17 cursos distribuídos em Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Barra e Luis Eduardo Magalhães.

Conquista

Moradora de Cotegipe, Deyse Câmara, 19 anos, é uma das acadêmicas que concluíram o ensino médio em escola pública e hoje realiza o sonho de cursar medicina. “Estou muito feliz por esta possibilidade de poder estudar perto de casa. Meu pai é funcionário da prefeitura e minha mãe é dona de casa e cursar medicina é uma grande conquista para mim. Trouxe muita esperança para esta região, uma conquista do nosso povo”.

A jovem foi ao evento na Ufob acompanhada dos pais, que não conseguiam esconder o orgulho de ter a filha entre os alunos de um dos cursos, historicamente, mais concorridos do país. Ela também informou que o percurso entre Cotegipe e Barreiras dura menos de duas horas. “Tenho orgulho de fazer parte de um projeto político que nos últimos 12 anos trouxe cinco universidades federais para a Bahia”.

Ponte

Para promover mais segurança e agilidade no acesso de estudantes e colaboradores da Ufob, o Governo do Estado construiu no último ano, uma ponte de concreto na Estrada do Barrocão. Localizada sobre o Rio de Ondas, a ponte tem 70 metros de extensão e é passagem obrigatória para quem sai vai ao campus partindo de Barreiras.

Mas, não foi apenas a comunidade acadêmica beneficiada com o investimento. Moradores da região e turistas que procuram as águas calmas e cristalinas do Rio de Ondas também estão satisfeitos.

O militar da reserva, Nesinho Sousa Dias, que tem uma chácara no povoado de Conquista, próximo à Ufob, trafega quase diariamente pela ponte utilizando bicicleta. Segundo ele, nos últimos anos, obras de infraestrutura valorizaram a região. “Melhorou tudo. Quando comecei a rodar por aqui, quando não era na coaca [poeira], era na lama. Hoje, nós estamos com asfalto, ponte e iluminação. É alegria e satisfação muito grande para nós. Já temos aqui a universidade, o aeroporto e cada dia vai melhorar ainda mais para nós”.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 106708 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]