Em Feira de Santana, membros da família da idosa Cecília de Jesus denunciam precariedade do atendimento médico

Membros da família da idosa Cecília de Jesus protestam.
Membros da família da idosa Cecília de Jesus protestam.
Membros da família da idosa Cecília de Jesus protestam.
Membros da família da idosa Cecília de Jesus protestam.
Idosa Cecília de Jesus clama por atendimento médico.
Idosa Cecília de Jesus clama por atendimento médico.

Familiares de uma idosa, vítima de acidente vascular cerebral (AVC), protestaram na porta da Policlínica do conjunto Feira X, no início da noite desta sexta-feira, 05, contra a posição do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) por não aceitar a solicitação de transferência emergencial da paciente. Cecília de Jesus, 73 anos, estava há 12 dias internada na unidade ambulatorial, que não possui estrutura para internamento, à espera de sua admissão no hospital estadual, o que somente ocorreu após o protesto.

Desesperada diante das constantes negativas da administração do HGCA para receber a paciente, a neta Quitiane Santos Costa Borges tomou a iniciativa de queimar pneus nas imediações da Policlínica do Feira X, para chamar a atenção das autoridades. Entretanto, admitiu ter realizado o protesto no local equivocado, já que o alvo seria o Clériston Andrade.

Mesmo assim, Quitiane considera que a ação surtiu efeito esperado. “Fomos ao Clériton Andrade várias vezes, a direção da policlínica também encaminhou fax solicitando a transferência e indicando no laudo médico o problema da minha avó, mas os pedidos vinham sendo rejeitados. Pedimos desculpas à direção da policlínica e aos demais pacientes, mas não fomos para a porta do Clériston em função da distância”, revelou a neta da anciã.

Já o filho de Cecília de Jesus, Reginaldo dos Reis Costa, com quem a paciente reside no bairro Jussara, estava indignado com o que considerou como “descaso e indiferença da direção do Hospital Geral Clériston Andrade com um ser humano”. Afirmou ter “perdido quatro dias no meu trabalho para tentar sensibilizar a direção do hospital para receber minha mãe e sempre vinham rejeitando. É uma humilhação a forma como estão tratando quem tanto precisa de um socorro”.

O protesto, com a queima de pneus, teve início por volta das 18h e somente foi contornado cerca de 1h30min após, com a chegada da Polícia Militar e da Guarda Municipal, agindo para evitar que a fumaça oriunda da queima do material provocasse intoxicação a pacientes e funcionários da policlínica.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 116610 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.