Eleições 2014 – Bahia | Geddel Vieira Lima: “Quero ir para o Senado para fazer diferente, é meu sonho e meu dever, quero marcar essa posição e devolver a voz da Bahia no cenário nacional”

Geddel Vieira Lima concede entrevista ao programa Balanço Geral.
Geddel Vieira Lima concede entrevista ao programa Balanço Geral.
Geddel Vieira Lima concede entrevista ao programa Balanço Geral.
Geddel Vieira Lima concede entrevista ao programa Balanço Geral.

O candidato a senador da Bahia, Geddel Vieira Lima, foi o entrevistado de hoje (04/09/2014) no programa Balanço Geral 2³ Edição, na TV Record, onde conversou com o apresentador Raimundo Varela sobre sua candidatura, propostas para o Senado da República e comentou ainda sobre o cenário político atual. Geddel também respondeu a perguntas de telespectadores.

“Achei melhor fazer uma aliança com a oposição e oferecer uma alternativa gerencial e política para a Bahia retomar seu desenvolvimento e sua autoestima com uma administração competente. Estou motivado para ser a voz da Bahia no Senado Federal”, ratificou Geddel durante a entrevista.

O candidato disse que, uma vez eleito, terá dois caminhos em Brasília. Dar sequência ao que fez como deputado federal e como ministro, trazendo recursos para o Estado e viabilizando obras para melhorar a vida das pessoas, a exemplo do que fez nas avenidas Centenário e Vasco da Gama, no Imbuí, e no interior do estado, como os projetos do Gasparino (barragem) e do Salitre, no Baixio de Irecê.

O segundo caminho será tratar das questões nacionais, como a reforma do Código Penal, mudança do quadro tributário brasileiro, criar a carreira de médico – porque a importação de médicos não resolve permanentemente o problema – e aumentar a participação do PIB nos recursos para a saúde, que na Bahia é uma verdadeira chaga social, além propor a federalização da educação e um novo fundo para cuidar da questão das drogas, para tratar traficante com mais rigor e oferecer tratamento químico com assistência imediata e comunidades terapêuticas para os dependentes, como caso de saúde pública.

“Acumulei experiência em Brasília, conheço o Congresso Nacional e posso chegar no ‘arriar das malas’ já trabalhando pela Bahia. Como um nome político nacional poderei ajudar o nosso estado”, frisou o peemedebista, que avaliou que é hora de alternância de poder no governo federal e na Bahia, uma vez que a sensação nas ruas do estado e do país é de chega de PT.

Em resposta aos telespectadores, afirmou que o desafio para gerar mais empregos é qualificar os empregos, preparar as pessoas e estabelecer um novo modelo de educação, com escola de tempo integral. Também comentou que o mercado de trabalho é fruto da economia e que a iniciativa privada precisa avançar de acordo com a confiança no país. E, para mudar o cenário atual, Geddel sinalizou que o voto é um importante instrumento de mudança. “Não sou descrente da política, faço por vocação, a sociedade não quer mais o modelo atual e quero ir para o Senado para fazer diferente, é meu sonho e meu dever, quero marcar essa posição e devolver a voz da Bahia no cenário nacional”, assegurou, motivado para defender e beneficiar a Bahia com o orgulho que tem de ser baiano.

Geddel Vieira Lima também reafirmou seu apoio ao candidato Paulo Souto (DEM) ao governo do Estado, em contraponto às promessas mirabolantes e não cumpridas pela atual gestão. “A Bahia não vai bem. Paulo (Souto) é comprovadamente competente, tem qualificação para fazer um governo eficiente e eficaz, para enfrentar os problemas e resolvê-los. O prefeito ACM Neto vem fazendo uma bela administração na cidade, mesmo sendo de outro partido. Uma vez no Senado quero fazer um rebuliço para mudar para melhor a administração pública. Se já era ruim com Jacques Wagner, imagine com o candidato terceirizado, a Bahia precisa de quem tem currículo e história”, destacou, acreditando que o estado pode avançar muito mais. “Agradeço o carinho e a esperança que sentimos nas ruas. Haverei de honrar essa confiança trabalhando muito pela Bahia, como fiz quando deputado e como ministro”, finalizou.

Após a entrevista na TV, Geddel seguiu para o estúdio da rádio Sociedade, onde respondeu a perguntas dos mais diversos temas, locais e nacionais, inclusive sobre assuntos polêmicos como a legalização do aborto, liberação das drogas e casamento homoafetivo.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108671 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]