Eleições 2014 – Bahia | Durante coletiva com seguidores do magalhismo crítica ao judiciário foi a pauta

Expoente do magalhismo, Paulo Souto critica judiciário baiano.
Expoente do magalhismo, Paulo Souto critica judiciário baiano.
Expoente do magalhismo, Paulo Souto critica judiciário baiano.
Expoente do magalhismo, Paulo Souto critica judiciário baiano.

Em vida, o senador Antônio Carlos Magalhães declarou que na Bahia o controle externo do judiciário era exercido por ele. Em alusão a forma imperial com os qual tratava as relações de poder no estado. Passados alguns anos, o mais ilustre seguidor do magalhismo, Paulo Souto, ao lado do herdeiro natural do magalhismo, Antonio Carlos Magalhães Neto, criticaram duramente o poder judiciário da Bahia por decidir contra a veiculação, no programa eleitoral, de supostas acusações envolvendo membros do Partido dos Trabalhadores.

Ocorre que a denunciante Dalva Sele Paiva, após declarações à revista Veja, resolveu “refugiar-se na Europa”. O curioso é que nas acusações Dalva Paiva não apresenta um único documento que as comprove, mais curioso ainda é o fato de usar informações para atacar petistas na revista conservadora e reacionária de direita, Veja, ao invés de negociar uma ‘delação premiada’ junto ao Ministério Público da Bahia, e com isto se livrar dos processos judiciais que responde.

Observa-se que imputar sem documentos comprobatórios crime a um candidato é crime eleitoral, e uma verdadeira tentativa de fraudar o processo democrático que ocorre em curto espaço de tempo, foi neste sentido que decidiu o poder judiciário, ou seja, o poder judiciário da Bahia objetivou manter o debate em torno das propostas e ações dos candidatos, evitando que possíveis mentiras deturpem o julgamento do eleitor. Mas, para os magalhistas o judiciário está comprado, além das decisões violarem a constituição.

Seria interessante que o prefeito de Salvador, ACM Neto, apresentasse a ficha funcional da servidora pública Dalva Sele Paiva, esclarecendo para qual governo trabalhou. Não será surpresa se a mesma tiver trabalhado em outro governo do magalhismo, o de Antonio Imbassahy, atual candidato a deputado federal pelo PSDB.

Leia +

Caso ONG Instituto Brasil | José Carlos Aleluia: “Rui Costa é denunciado em esquema do Instituto Brasil”

Caso ONG Instituto Brasil | Deputado Carlos Gaban comenta: “Rui Costa não tem condição ética e moral de manter candidatura”

Caso ONG Instituto Brasil | Deputado federal Afonso Florence rebate acusações de corrupção envolvendo PT da Bahia

Caso ONG Instituto Brasil | Rui Costa defende urgente apuração de denúncia envolvendo PT

Caso ONG Instituto Brasil | PT da Bahia e todos os citados acionam Justiça contra denúncia

Caso ONG Instituto Brasil | Deputado Nelson Pelegrino quer apuração completa sobre denúncias da Veja

Caso ONG Instituto Brasil | TCM da Bahia denunciou quatro ex-prefeitos ao MP por causa de parceria com instituto

Caso ONG Instituto Brasil | Frente oposicionista cobra investigação do Ministério Público Federal no desvio de verbas federais por petistas na Bahia

Caso ONG Instituto Brasil | Governador Jaques Wagner diz que oposição está no desespero, e que denunciante tinha dificuldade de pagar condomínio e agora está na Europa

Caso ONG Instituto Brasil | Rui Costa vê desespero da oposição

Caso ONG Instituto Brasil | “Ministério Público Federal vai investigar Mensalinho Baiano”, declara deputado Antonio Imbassahy

Caso ONG Instituto Brasil | Rui Costa oficializa pedido de investigação à PF por indício de crime eleitoral praticado por Dalva Sele Paiva

Caso ONG Instituto Brasil | Deputados da oposição defendem CPI na ALBA

Caso ONG Instituto Brasil | A farsa eleitoral está sendo desmontada. Documentos comprovam que governo de Paulo Souto contratou e fez pagamentos ao Instituto Brasil

Caso ONG Instituto Brasil | MP atesta que não existe denúncia ou investigação contra Rui Costa

Eleições 2014 – Bahia | Argumentando censura prévia na campanha, Paulo Souto ingressa com recurso no TSE

Eleições 2014 – Bahia | Durante coletiva com seguidores do magalhismo crítica ao judiciário foi a pauta

Baixe matérias sobre o tema

PT da Bahia desviou milhões de programa habitacional

Senador petista culpa o partido em novo caso de corrupção

MP monta força-tarefa para apurar caixa 2 do PT na Bahia

MP denuncia ex-secretário e fundação por repasses de R$ 39 milhões

Baixe documentos

Documentos de 2005 comprovam contratação da ONG Instituto Brasil pelo governo Paulo Souto

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9745 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).