Feira de Santana | Governo do Estado busca solução para a finalização da Avenida Nóide Cerqueira

Proposta de interligação da BR 324 com a Avenida Nóide Cerqueira, em Feira de Santana.
Proposta de interligação da BR 324 com a Avenida Nóide Cerqueira, em Feira de Santana.
Deputado Zé Neto e técnicos discutem solução.
Deputado Zé Neto e técnicos discutem solução.
Proposta de interligação da BR 324 com a Avenida Noíde Cerqueira, em Feira de Santana.
Proposta de interligação da BR 324 com a Avenida Nóide Cerqueira, em Feira de Santana.

Na manhã deste sábado (09/08/2014), o deputado estadual e líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia, Zé Neto, se reuniu com técnicos da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) para avaliar o projeto de finalização da Avenida Nóide Cerqueira, em Feira de Santana.

A nova avenida, que cria o maior o vetor de desenvolvimento para a cidade, gera um fluxo intenso que afeta a população; o que demanda do Estado esforços para dar uma resposta efetiva para a questão do tráfego na região. “Estamos estudando uma alternativa que possa viabilizar, com mais rapidez, a solução do tráfego para as comunidades da região, além de tentar resolver o problema da saída da Nóide Cerqueira para quem segue sentido Salvador pela BR 324”, disse Zé Neto. Atualmente, quem tenta ir para a capital via Nóide Cerqueira, não encontra caminho direto, tendo que retornar ao viaduto Cajueiro/Portal do Sertão, andando aproximadamente 15 km para então seguir viagem.

Segundo Zé Neto, em tese, a solução mais adequada seria o viaduto com 4 alcas; porém, em função da dimensão que a avenida tomou na cidade, é preciso encontrar uma solução mais rápida para esta que já se tornou a principal via de entrada para Feira de Santana. “A elaboração da Nóide Cerqueira foi realizada de forma conjunta, inclusive com a realização de 6 Audiências Públicas, onde hoje temos este equipamento moderno, com pistas amplas, ciclofaixas e drenagem de primeiro mundo. Entretanto, a situação da trafegabilidade não havia gerado um grau de preocupação tão grande como hoje parece ter, e evidentemente que somos obrigados a fazer com que a resposta seja dada a sociedade, e vamos trabalhar para isso”, ressaltou.

Os técnicos da Conder avaliaram que existem duas alternativas para dar resolutividade rápida para a questão: A criação de um encaixe em nível com marginal paralela; ou a construção de um viaduto com duas alças.

Marginal Paralela

Segundo o coordenador da obra, Francisco Fonseca, o encaixe em nível, seria a criação de uma marginal paralela à BR 324 (saindo da Nóide sentido Salvador) com uma via de mão dupla em contrafluxo à BR. Esta intervenção, orçada em aproximadamente 4 milhões, atenderia a demanda das comunidades e de quem busca seguir para Salvador via Nóide. Porém, esta medida paliativa geraria sobrecarga de fluxo no retorno, além de exigir um processo de desapropriação de terrenos.

Viaduto com duas alças

A segunda alternativa seria a construção de um viaduto de duas alças, uma que dá acesso direto da Nóide Cerqueira para a BR 324, e segunda alça que cumpriria a função de um retorno para quem vem de Salvador. “O projeto de viaduto para a Nóide Cerqueira contempla um equipamento com 4 alças, que eliminaria os retornos da BR na localidade; porém, por conta da situação atual, avaliamos como viável a construção do viaduto com duas alças, que resolve o problema de fluxo Nóide-Salvador de forma mais imediata, e não inviabiliza a construção do viaduto completo (com 4 alças) posteriormente”.

Após a reunião Zé Neto informou sobre os próximos passos na busca da solução. “Fizemos contato direto com o governador Jaques Wagner, e esperamos anunciar na próxima semana qual será a solução mais viável do ponto de vista técnico, financeiro e estrutural. De imediato afirmo que, de nossa parte, estamos fazendo todo o esforço para resolver o problema que está posto”.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112868 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]