Falta de vaga leva mulher a ter bebê dentro de carro em Feira de Santana

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Carlos Geilson critica saúde pública de Feira de Santana.
Carlos Geilson critica saúde pública de Feira de Santana.
Carlos Geilson critica saúde pública de Feira de Santana.
Carlos Geilson critica saúde pública de Feira de Santana.

Enquanto Feira de Santana não conta com uma grande maternidade estadual, mulheres continuam sofrendo em busca de atendimento para dar à luz com segurança e dignidade. A mais nova vítima desse descaso foi a dona de casa Alessandra dos Santos Rodrigues, que pariu dentro do carro em que estava, quando transitava pela avenida João Durval Carneiro.

Nesta quinta-feira (21/08/2014), em trabalho de parto, a gestante tentou uma vaga no Hospital Geral Clériston Andrade, mas não conseguiu. Alessandra, então, saiu perambulando em busca de atendimento, como tem acontecido rotineiramente em Feira de Santana, até ter o filho dentro do carro.

Recentemente, dados divulgados pelo governo municipal apontam que quase 30% das pacientes internadas no período de janeiro a julho deste ano, no Hospital Inácia Pinto dos Santos, o Hospital da Mulher, são oriundas de outros municípios, como Santo Estêvão, São Gonçalo dos Campos, Amélia Rodrigues, Antonio Cardoso, Santa Bárbara e Coração de Maria. A unidade chega a atender mulheres de 10 municípios, além da demanda local de obstetrícia. O que acaba superlotando a unidade.

Toda esta macrorregião deve ser beneficiada com a construção de uma grande maternidade pública estadual em Feira de Santana, conforme uma reivindicação que vem sendo encampada pelo deputado estadual Carlos Geilson (PTN).”Chega de tanta negligência. É necessário que haja respeito para com as mulheres de Feira e região. A macrorregião precisa e exige a construção de uma maternidade. Vamos continuar lutando por isso”, declarou o parlamentar.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113486 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]