Deputada Graça Pimenta denuncia: “portadores de doenças crônicas enfrentam problemas com aquisição de medicamentos na Bahia”

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Deputada Graça Pimenta alerta para problemas com a distribuição pública de medicamentos.
Deputada Graça Pimenta alerta para problemas com a distribuição pública de medicamentos.
Deputada Graça Pimenta alerta para problemas com a distribuição pública de medicamentos.
Deputada Graça Pimenta alerta para problemas com a distribuição pública de medicamentos.

Uma reportagem veiculada por um jornal de circulação estadual nesta terça-feira (19/08/2014) traz à tona um problema enfrentado pelos portadores de doenças crônicas da Bahia, que esperam em filas para adquirirem remédios de alto custo que permitam dar continuidade aos tratamentos contra as enfermidades. A ausência destes medicamentos pode causar a morte de muitos portadores.

De acordo com as informações divulgadas na reportagem e as regras do Ministério da Saúde – que criou o programa de medicamentos de alto custo -, todos os pacientes selecionados e inscritos na Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) deveriam ter acesso, com regularidade, à lista de medicamentos de alto custo bancado com verbas públicas. A maioria das substâncias prescritas para pacientes renais crônicos e transplantados tem valor elevado: custam entre R$ 50,00 e mais de R$ 900,00.

As informações chamaram a atenção da deputada estadual Graça Pimenta (PMDB), profissional de saúde e vice-presidente da Comissão de Saúde e Saneamento da Assembleia Legislativa (AL), a qual considera a situação grave e destaca a importância da resolução deste problema brevemente, cobrando medidas eficazes.

“A falta dos medicamentos afeta a qualidade de vida dos portadores das doenças crônicas no Estado, os quais, em grande maioria, não tem condições de comprar os remédios dos quais necessitam. Segundo estimativa do Ministério da Saúde, oito mil baianos são renais crônicos e muitos deles convivem com a triste realidade de enfrentar horas e horas em filas para buscar medicamentos e, infelizmente, não os encontram, correndo risco de vida. Por isso, faz-se necessário que os poderes públicos se mobilizem e adotem medidas eficazes prontamente para que tais pessoas não sofram ainda mais com a falta dos remédios”, ressalta Graça Pimenta.

Vale destacar que o programa de medicamentos de alto custo busca garantir sobrevida e tratamento digno não só aos portadores de enfermidades nefrológicas, mas também para transplantados e pessoas acometidas por mal de Parkinson, lúpus, fibrose cística, fibromialgia e doenças cardiovasculares graves, desde que eles comprovem não ter condições de pagar pelos medicamentos.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113566 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]