Senado e Câmara Federal aprovam soteropolitano Bruno Dantas como ministro do TCU

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Bruno Dantas Nascimento é aprovado pelo Congresso para assumir vaga de ministro do TCU.
Bruno Dantas Nascimento é aprovado pelo Congresso para assumir vaga de ministro do TCU.
Bruno Dantas Nascimento é aprovado pelo Congresso para assumir vaga de ministro do TCU.
Bruno Dantas Nascimento é aprovado pelo Congresso para assumir vaga de ministro do TCU.

O advogado soteropolitano consultor legislativo do Senado da República, Bruno Dantas Nascimento foi aprovado, ontem (15/07/2014), durante votação na Câmara Federal para assumir vaga como ministro do Tribunal de Contas da União.

Consultor legislativo da área de Direito Civil e Processo Civil do Senado desde 2003, Bruno Dantas (36 anos) é graduado em Direito, com especialização em Direito Civil e mestrado e doutorado em Direito Processual Civil. Ele foi representante do Senado no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e no Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Também é professor universitário.

Durante sabatina na CAEl, Bruno concordou com a sugestão do líder do governo, senador Eduardo Braga (PMDB-AM) quanto à adoção de métodos simplificados, conforme o porte dos municípios, para a avaliação e para a prestação de contas.

Votações

Na Câmara Federal, Dantas obteve, em 15 de julho de 2014, 270 votos favoráveis, 7 contrários e 1 abstenção. No Senado da República, em 29 de abril, 47 senadores aprovaram a indicação.

Também haviam disputado a vaga o consultor de orçamento Fernando Moutinho e o auditor do TCU Sérgio da Silva Mendes. Eles tiveram 11 e dois votos, respectivamente. Antes das indicações, havia sido cogitado o senador Gim Argello (PTB-DF), que acabou desistindo após protestos e críticas dos servidores do TCU.

Bruno Dantas vai ocupar o assento deixado pelo ex-ministro Valmir Campello, que antecipou sua aposentadoria para assumir a vice-presidência do Banco do Brasil.

Composição

O Senado tem a prerrogativa de indicar o nome para a vaga que está em aberto no TCU. A Constituição determina que o Congresso Nacional deve indicar seis dos nove ministros da corte de fiscalização, que é um braço do Legislativo. Os outros três integrantes do tribunal são escolhidos pela Presidência da República, sendo que um é de livre escolha, um deve compor o quadro do Ministério Público junto ao TCU e o último deve ser ministro substituto.

OAB parabeniza

A escolha foi saudada pelo presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, que destacou a capacidade do profissional e seu excelente trabalho realizado à frente da Comissão de Advocacia Corporativa do Conselho Federal da OAB.

Baixe

Biografia de Bruno Dantas Nascimento

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121698 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.