Neojiba realiza audições para a Orquestra Juvenil de Feira de Santana

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Lucas Santa Clara, um dos candidatos, durante a audição para a orquestra juvenil de Feira de Santana.
Lucas Santa Clara, um dos candidatos, durante a audição para a orquestra juvenil de Feira de Santana.
Lucas Santa Clara, um dos candidatos, durante a audição para a orquestra juvenil de Feira de Santana.
Lucas Santa Clara, um dos candidatos, durante a audição para a orquestra juvenil de Feira de Santana.

“Quero chegar a um lugar maior, aprender mais, poder ensinar e ser um grande violonista”. Esse é o desejo de Lucas Santa Clara, 13, um dos 38 candidatos das audições para a Orquestra do Núcleo de Prática Orquestral (NPO) de Feira de Santana, dos Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia (Neojiba), realizadas no último fim de semana (26 e 27 de julho de 2014), no Teatro do Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca). O NPO foi lançado em junho, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), no Centro de Cultura Amélio Amorim.

O jovem violinista também toca outros instrumentos, como flauta doce e clarineta, mas foi com as cordas que ele decidiu mostrar seu talento e tentar um lugar no Neojiba. “Depois que eu vi uma apresentação de música erudita e soube da seleção, decidi que queria fazer parte de uma orquestra”, completou.

Assim como Lucas, seu irmão gêmeo, Luan Santa Clara, também participou da audição, mas tocando clarineta, instrumento que pratica há quatro anos, na igreja evangélica que frequenta. “Estou um pouco nervoso, mas muito confiante. Entrar na primeira orquestra de Feira será uma honra para mim e um orgulho para minha família”, afirmou.

Oportunidade

Durante a audição, os instrumentistas de violino, viola, violoncelo, contrabaixo, flauta, clarineta, oboé, saxofone, trombone, trompa, trompete, percussão e piano executaram uma peça obrigatória – Dança Húngara 5, de Brahms -, além de uma leitura à primeira vista e, em caso de tempo disponível, uma execução de uma peça de livre escolha. Segundo o diretor geral do Neojiba, Ricardo Castro, as audições representam uma oportunidade inédita para a juventude da região mostrar os talentos e reuni-las no método do Neojiba de usar a música como um meio de desenvolvimento pessoal. “Queremos repetir a experiência em mais cidades e, especialmente em Feira, esperamos ter boas surpresas”.

Para o diretor musical do Neojiba, Eduardo Torres, “a expectativa é grande, tendo em vista a desenvoltura dos jovens, ensaiando antes da audição”, além de Feira de Santana ser uma cidade bastante musical e contar com um centro de cultura – Cuca – que também prepara jovens músicos.

Neojiba

Criado em 2007 como um dos programas prioritários do Governo do Estado, o Neojiba tem por objetivo alcançar a excelência e a integração social por meio da prática coletiva da música. Primeiro programa governamental brasileiro de formação de orquestras infanto-juvenis baseado no “El Sistema” – programa venezuelano criado há 39 anos – o Neojiba é uma ação da Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes) e beneficia diretamente mais de 900 crianças e jovens, integrantes do Núcleo de Gestão e Formação Profissional do Programa no Teatro Castro Alves, e em Núcleos de Prática Orquestral em Simões Filho, Feira de Santana e Trancoso, no extremo-sul da Bahia, e em Salvador, na Península Itapagipana, no Bairro da Paz e no Nordeste de Amaralina. Além disso, o Neojiba apoia pedagogicamente projetos orquestrais do interior do Estado, levando seus resultados a jovens músicos de mais de 20 municípios em toda a Bahia. O diferencial do Neojiba é o seu foco na integração social, estimulando o convívio entre crianças e jovens de vários segmentos da sociedade.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121775 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.