Feira de Santana: vereadora da bancada governista de Ronaldo diz que crise na saúde e educação é um problema dos municípios em nível nacional

Gerusa Sampaio valia que crise na saúde e educação é um problema de várias cidades brasileiras.

Gerusa Sampaio valia que crise na saúde e educação é um problema de várias cidades brasileiras.

Em entrevista recente, a vice-líder governista Gerusa Sampaio falou, entre outras coisas, sobre a bancada do prefeito José Ronaldo, os problemas enfrentados pelo município, além da atuação das mulheres no Legislativo e dos projetos de sua autoria de interesse da coletividade. Filiada ao PROS e exercendo o segundo mandato de vereadora no Legislativo feirense, Gerusa, que é natural de Salvador, já prestou serviços como assessora parlamentar de vereador e deputado estadual, foi assistente administrativo e coordenadora de contas médicas do Hospital Geral Clériston Andrade. Também exerceu a função de secretária municipal de Desenvolvimento Social, no governo anterior.

Na condição de vice-líder governista, como a senhora avalia a bancada do prefeito José Ronaldo na Casa Legislativa?

Gerusa Sampaio: Considero a atuação da bancada governista excelente, por haver uma sintonia entre o vereador Carlito do Peixe, os demais edis da base e o Poder Executivo.

Em seu ponto de vista quais os principais problemas do município, e de que forma é possível solucioná-los?

Gerusa Sampaio: Feira de Santana e as demais cidades brasileiras estão atravessando grandes dificuldades na saúde, educação e segurança. Faz-se necessário uma força tarefa entre a União, Estado e Município, para minimizar esta triste situação e, sobretudo, esquecer siglas partidárias e priorizar os direitos do cidadão. Vale ressaltar a obstetrícia em Feira de Santana, que por falta de iniciativa e empenho do Governo Estadual em ampliar o atendimento no Hospital Geral Clériston Andrade, reduziu consideravelmente o número de partos, provocando uma superlotação no Hospital da Mulher. Por mais empenho que o Município tenha em resolver o problema, encontra-se certa dificuldade em proporcionar atendimento célere e mais humanizado.

Quais as suas principais conquistas na política de Feira de Santana?

Gerusa Sampaio: A credibilidade e a confiança que tenho recebido dos munícipes e do Executivo. Amo Feira de Santana; aqui fui acolhida e a minha maior conquista é a oportunidade que Deus e os feirenses me deram em poder continuar trabalhando, lutando por transformações sociais e sendo ponte para representá-los no Legislativo feirense.

Existe algo que atualmente tem lhe decepcionado no Poder Legislativo?

Gerusa Sampaio: De forma alguma, considero que houve um avanço no que tange à atuação do atual presidente, bem como das Comissões e funcionários que conduzem, de forma séria, o Regimento da Casa da Cidadania. Estamos mantendo o processo de votação dos projetos e requerimentos em tempo hábil e, acima de tudo, há respeito e a harmonia entre os edis. Sabemos que ninguém se forma em vereador. A Casa da Cidadania é, na verdade, a nossa escola.

Vereadora o que a senhora está achando da atuação das mulheres na Câmara?

Gerusa Sampaio: Estou vendo de forma muito positiva; é a mulher conquistando seu espaço no mundo atual e, no Legislativo, não poderia ser diferente. A mulher tem um olhar diferenciado, tem sensibilidade e, também, determinação nas suas proposições. Fico feliz com esse avanço, o que aumenta o nosso compromisso com os eleitores que confiaram em nós mulheres.

Gerusa Sampaio: Acho que são importantes todos os projetos discutidos nesta Casa para o bem da população, mas, de minha autoria, destaco os seguintes: lei de n º 3.404, de 22 de agosto de 2013, que dispõe sobre a proibição da utilização de fogos de artifícios em locais fechados, no âmbito do município de Feira de Santana; lei de nº 3.399, de agosto de 2013, que dispõe sobre a reserva de vaga em creches e escolas da rede municipal de ensino para filhos (as) de mulheres vitimas de violência doméstica, de qualquer natureza; e lei de nº 3.394, de junho 2013, que dispõe da obrigatoriedade aos centros de habilitação de Condutores (CHCs), sediados no município, a adaptarem um veículo para aprendizado de pessoas portadoras de deficiência física.

A senhora se elegeu nesta legislatura pelo PSD e, hoje, é filiada ao PROS. Como a vereadora avalia esta mudança de partido?

Gerusa Sampaio: A política é dinâmica. Mas, posso afirmar que a escolha de estar filiada ao PROS foi delineada pelos interesses do partido, que seguem a mesma metodologia do meu trabalho, que é desenvolver políticas sociais. Esta é a minha filosofia.

Publicidade

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]