Feira de Santana: vereador Pablo Roberto critica gestão de José Ronaldo e diz que “precisa modernizar”

Pablo Roberto: "Feira de Santana precisa modernizar a forma de gestão".
Pablo Roberto: "Feira de Santana precisa modernizar a forma de gestão".
Pablo Roberto: "Feira de Santana precisa modernizar a forma de gestão".
Pablo Roberto: “Feira de Santana precisa modernizar a forma de gestão”.

Em entrevista, o edil Pablo Roberto avaliou o mandato, destacou ações da administração estadual, teceu críticas ao Governo do Município, apontou problemas na cidade e apresentou algumas  possíveis soluções para a melhoria da qualidade de vida e bem estar dos munícipes. Ele está exercendo o 1º mandato como vereador pelo PT.

Em sua opinião, o que deve ser feito para se ter um bom desempenho no exercício do mandato?

Pablo Roberto – Aprendi nesse período que é essencial ouvir as pessoas e unir esforços para garantir conquistas que são importantes para a população. Dessa forma, eu penso que um mandato popular deve ser, sobretudo participativo, e o vereador deve atuar buscando fiscalizar as ações da Prefeitura, cobrar melhorias para os atendimentos e serviços que são fundamentais para a população, deve sempre fazer o que estiver ao seu alcance para aprovar projetos de interesse da coletividade, propor ações para o Executivo inerentes à vontade popular e também procurando sempre ser uma voz firme na defesa da cidade, pensando não só nas questões eleitorais, mas principalmente, pensando no futuro da cidade, pautando no respeito, com coerência, com responsabilidade.

Como o senhor avalia o seu mandato?

Pablo Roberto – A avaliação que faço das ações do nosso mandato é bastante positiva e não tenho dúvidas que haveremos de continuar esse trabalho no decorrer dos anos. O parlamento é a casa do povo e estamos lá para ouvir as demandas e buscar reivindicar os pleitos de interesse do nosso município. Já apresentei muitos requerimentos nas mais diversas áreas com destaque para reivindicações nos setores de infraestrutura, combate às drogas, saneamento básico, saúde e juventude. Buscamos exercitar o mandato estando sempre presente e atuante. Temos convicção de que hoje a nossa voz representa a vontade e o sentimento de muitos cidadãos de Feira de Santana. O esforço do mandato, apesar dos limites, é gratificante à medida que se promove a cidadania. E  a nossa luta se soma à luta das organizações e das pessoas de bem, comprometidas com uma sociedade melhor. No ano de 2013 trabalhamos para aprovar os projetos que trazem benefícios para a população e para os trabalhadores coletivamente, assim como a realização de diversos debates e audiências públicas para discutir temas significativos da vida da cidade. Ainda temos lutado bastante contra os desmandos e irregularidades que ocorrem em nosso município. 

Como é sua relação com o prefeito José Ronaldo e com os vereadores da base do governo?

Pablo Roberto – Minha relação com o prefeito José Ronaldo de Carvalho é uma relação cordial, de respeito e de bom senso por ele ser autoridade na cidade, pois enquanto vereador mais votado da história de Feira de Santana, não posso agir apenas como mero opositor ao governo, principalmente porque o período de palanque e de campanha foi há um ano e, agora, o momento é de pensar no futuro de Feira de Santana e na estrutura da cidade. A minha relação com os vereadores da base governista também é  de respeito mútuo, sempre pensando em atender os interesses da população feirense. Assim, também é a relação entre o Governo do Estado e o Governo Federal com a Prefeitura, onde a maioria dos investimentos que acontecem em nossa cidade foi a partir do governo Wagner e dos governos Lula e Dilma, a exemplo do programa Minha Casa Minha Vida, a avenida Nóide Cerqueira, o Hospital da Criança, o programa Juventude Viva, o programa Vida Melhor, o Bolsa Família, o projeto Praça da Juventude, entre tantas outras ações que os Governos Federal e Estadual trazem para Feira de Santana, independentemente da sigla partidária do prefeito.

Em sua opinião, quais são os principais problemas apresentados em Feira de Santana? E como podem ser solucionados?

Pablo Roberto – Feira de Santana precisa modernizar a forma de gestão. Nós temos graves problemas ambientais na nossa cidade que não são discutidos amplamente, como os problemas do lixo, do aterro sanitário e da política de resíduos domésticos, industriais e hospitalares. Teremos, certamente, consequências desastrosas no futuro. Os problemas com a qualidade dos serviços de saúde em nossa cidade são notórios e, mesmo após 12 anos de gestão desse grupo político no município, não se percebe uma proposta concreta de melhoria da saúde. Se não fosse os investimentos federais do Programa Saúde da Família e das unidades básicas de saúde estaríamos ainda na década de 90. Pior é que ao invés de planejar, organizar e buscar recursos e apoios para essa situação, o Governo Municipal estagnou no debate de culpar o Hospital Clériston Andrade e o Governo do Estado. Precisamos avançar mais. Se o prefeito fosse comprometido com esta cidade, o debate era para concretizar as Unidades de Pronto Atendimento, que são financiadas pelo Governo Federal, mas a responsabilidade de concretização é do Município. O Governo Municipal precisa construir um Hospital Geral de grande capacidade, uma maternidade que possa atender dignamente as nossas mães, um sistema integrado de marcação de consultas, exames e diagnóstico. Sei que isso é possível, mas é preciso repensar o modelo de gestão e trazer parceiros para esse debate.  Temos vários temas possíveis de debate, como o transporte de massa, que está estrangulado. Não temos também  políticas amplas para nossa criançada e juventude por parte da Prefeitura, bem como  uma política formuladora e incentivadora para nossa cultura local. Precisamos entender que Feira é grande e precisa pensar grande. É preciso fugir da política pequena e de tentar dar satisfação com pequenos projetos e pequenas ações. Feira de Santana quer e vai crescer.

Seus requerimentos e solicitações que visam melhorias para a cidade têm sido atendidos pelo gestor municipal?

Pablo Roberto – Primeiramente, faço parte da base do povo. Por formação, penso no coletivo e esse é o interesse primordial da minha ação, enquanto vereador em minha cidade. Venho sempre apresentando projetos e requerimentos grandiosos e outros tantos simples de se realizar, no entanto, nem esses conseguimos levar às comunidades. A população elegeu um Governo para melhorar Feira de Santana, por isso penso que, independentemente de partido, o bem comum da sociedade deveria ser levado em consideração em primeiro lugar. Hoje, as mudanças são cobradas por mais de 80% da população. Será que o povo está errado? Às vezes faço este questionamento a mim mesmo. Será que estou errado em cobrar que as coisas ocorram de forma justa e correta? Pois, tenho solicitado informações das Secretarias, tenho cobrado ações do Executivo, mas eles passam minimamente o que é pedido. Mesmo assim, com a colaboração da pressão popular e das organizações de base que nos acompanham, continuamos cobrando e forçando o Governo a se posicionar e resolver os problemas.

Neste ano muito se falou do seu afastamento da Casa Legislativa para disputar as eleições ou apoiar algum candidato. Quais seus planos para o segundo semestre? O senhor pretende se afastar das atividades legislativas neste ano?

Pablo Roberto – Fui eleito com 7.592 votos para exercer a função de vereador na Câmara Municipal de Feira de Santana e o meu objetivo é  cumprir o mandato até o final. Porém, nunca escondi de ninguém o meu apreço e admiração ao nosso candidato a deputado estadual, Angelo Almeida, e ao nosso companheiro, deputado estadual e candidato a deputado federal, Yulo Oiticica. Na medida do possível farei o que estiver ao meu alcance para apoiar e colaborar na eleição destes companheiros, pois entendo que tanto Angelo quanto Yulo serão muito importantes, não só para o nosso mandato como também para Feira de Santana e para o estado da Bahia, haja vista a história de defesa da juventude, a luta pela garantia de direitos e também pela sintonia que o nosso mandato tem com ambos. Portanto, nossa proposta para o próximo semestre é continuar exercendo nossa atividade legislativa na cidade, trabalhando, atuando, fiscalizando e defendendo os interesses da população feirense. Entendendo que qualquer decisão que possa tomar relativo ao tema será amplamente dialogado e divulgado.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110959 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]