Engenheiro Danilo Ferreira avalia projeto BRT de Feira de Santana e diz que proposta da PMFS apresenta grave deficiência

Danilo Ferreira: "Todo projeto urbano, de significativo porte, que surge sem a interlocução com a sociedade, surge de forma deficitária".

Danilo Ferreira: “Todo projeto urbano, de significativo porte, que surge sem a interlocução com a sociedade, surge de forma deficitária”.

O engenheiro civil Danilo Ferreira é entrevistado pelo jornalista Carlos Augusto, diretor e editor do Jornal Grande Bahia. A entrevista foi concedida na sede do jornal, em 17 de julho de 2014, oportunidade em que discorre sobre a análise que fez do projeto de transporte público de massa, produzido pela Prefeitura Municipal de Feira de Santana (PMFS), conhecido como BRT (Bus Rapid Transit, em português: veículo leve sobre pneus – VLP).

O estudo produzido pela PMFS encontra-se em fase de consulta pública, e está disponível no site da prefeitura. Danilo Ferreira teve acesso ao estudo e apresenta uma análise extremamente condenável do projeto.

Segundo Ferreira, o estudo apresenta grave deficiência de forma, além de significativa deficiência de conteúdo. Em decorrência do estudo não passar pelas seguintes fases preliminares: deveria fazer parte de um estudo mais amplo de planejamento do município, deveriam ter sido realizadas audiências públicas sobre o projeto, setores da sociedade a exemplo dos engenheiros, arquitetos, paisagistas, profissionais ligados ao setor de transporte, e do comércio, além das entidades ligadas a representação das classes trabalhadores, a exemplo do setor industrial, foram colocadas à margem ao se definir o projeto.

“Os erros de forma, geraram erros de conteúdo”, avalia Ferreira, que explica que o projeto não terá impacto significativo na melhoria do transporte público de Feira de Santana, e poderá até ampliar o congestionamento no trânsito, com a modificação e redução das vias em que ocorre o fluxo de veículos particulares.

“O BRT fica limitado a um quadrante do município, não ocorrendo interconexão com os demais quadrantes. Isto representa um grave limitador, ao não solucionar o problema de mobilidade de diferentes áreas do município”, lamenta Danilo Ferreira.

Baixe

Estudo sobre o BRT de Feira de Santana realizado por Danilo Ferreira

Projeto do BRT de Feira de Santana elaborado pela PMFS

Confira o vídeo

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).