Copa do Mundo 2014: Holanda vence Seleção Brasileira por 3 x 0. Torcida mostra maturidade do povo e aplaude holandeses

Seleção da Holanda recebe medalhas pelo 3º lugar da Copa do Mundo de 2014.

Seleção da Holanda recebe medalhas pelo 3º lugar da Copa do Mundo de 2014.

Cenas do jogo da Seleção Brasileira x Holanda.

Cenas do jogo da Seleção Brasileira x Holanda.

Cenas do jogo da Seleção Brasileira x Holanda.

Cenas do jogo da Seleção Brasileira x Holanda.

“Levanta, sacode a poeira, dá a volta por cima”. O “por cima”, logo após um 7 x 1, já não poderia ser tão alto. Mas, desfigurado o sonho, restava a chance de uma despedida digna. Em campo, em Brasília, a realidade foi longe disso. A Holanda envolveu e venceu a Seleção Brasileira com autoridade, por 3 x 0, neste sábado (12.07), no Estádio Nacional Mané Garrincha, e garantiu o terceiro lugar na Copa do Mundo da FIFA 2014.

Restou ao Brasil a quarta colocação e uma campanha marcada por 14 gols sofridos em sete jogos, dez deles nos últimos dois jogos. O pior desempenho para uma defesa na história da Seleção Brasileira em Copas do Mundo. O ataque marcou 11 vezes. No saldo final, vitórias com a bola rolando apenas diante de Croácia, Camarões e Colômbia. Houve dois empates, contra México e Chile (partida que o Brasil venceu na disputa de pênaltis) e as derrotas contundentes na semifinal, contra a Alemanha, e na busca pelo bronze, diante da Holanda. A equipe europeia, aliás, termina a Copa de forma invicta, já que a derrota para a Argentina na semifinal só veio nos pênaltis.

“Nós tentamos de tudo, criamos chances, mas não conseguimos. Ficamos tristes, muito tristes, por não termos conseguido o nosso objetivo e por termos deixado os torcedores tristes também. Não sei dizer o que aconteceu, mas já estávamos atrás com dois minutos de jogo. Correr atrás é sempre muito difícil”, afirmou o meia Oscar, ao fim da partida. “Não era o que imaginávamos. Treinamos, mentalizei cada partida, desejei demais conquistar esse título. É muito triste para nós, para a torcida e para nossos familiares”, comentou o zagueiro Thiago Silva.

O primeiro gol holandês saiu logo no início, com dois minutos de jogo, em pênalti cobrado por Van Persie. O segundo foi marcado por Blind aproveitando um erro de David Luiz, aos 16 do primeiro tempo. Wijnaldum fez o terceiro já nos acréscimos da etapa final.

Clima

Camisas amarelas, sim. Cartazes e faixas de incentivo, alguns. Gritos de apoio, presentes. Hino a capela, como sempre. Mas faltava o brilho nos olhos, a empolgação. De qualquer forma, era a despedida da Seleção e o suporte dos torcedores, pelo menos de início, existiu. O público foi de 68.034 pessoas.

O Brasil entrou em campo com seis mudanças em relação ao time que iniciou a partida contra a Alemanha, povoando o meio-campo: Julio Cesar; Maicon, Thiago Silva, David Luiz, Maxwell; Luiz Gustavo, Paulinho, Ramires, Oscar e Willian; Jô. A escalação inicial da Holanda foi: Cillessen; De Vrij, Vlaar, Indi; Kuyt, Wijnaldum, Clasie, Blind, De Guzmán; Van Persie e Robben. O meia Sneijder chegou a fazer o aquecimento, mas sentiu dores e não ficou no time titular.

Primeiro tempo

Uma arrancada de Robben antes dos dois minutos de jogo foi parada com falta por Thiago Silva. O juiz entendeu que o lance ocorreu dentro da área e marcou o pênalti. Van Persie cobrou muito bem, no lado esquerdo de Julio Cesar, abrindo o placar.

A torcida fazia sua parte, vaiando os passes da Holanda e incentivando a equipe brasileira. Mas outro golpe veio aos 16 minutos. David Luiz tirou mal de cabeça um cruzamento de Guzmán e a bola foi parar na marca do pênalti, onde Blind – livre – ajeitou e fez o segundo da Holanda.

A sensação de “já vi esse filme” passou pela cabeça dos brasileiros, mas a Seleção tentou se reerguer. Oscar fez boa jogada, chutou da entrada da área aos 20, e Cillessen defenfeu. A Holanda, compacta, fechou os espaços e a Seleção tinha dificuldades para montar jogadas. Em uma das vezes em que o time conseguiu chegar ao ataque com perigo, Oscar sofreu falta pela direita aos 27 minutos. Ele mesmo cobrou levantando na área, mas o cabeceio de Jô foi para fora.

Pouco depois, Willian viu Maicon descendo livre pela direita e fez belo passe, mas o lateral foi derrubado. Oscar, mais uma vez, jogou na área e a zaga holandesa tirou. Mais uma chance aos 37: o camisa 11 bateu outra falta, a bola foi desviada por Luiz Gustavo e passou por Paulinho e David Luiz, mas eles não alcançaram. Do outro lado, três minutos depois, Van Persie recebeu com liberdade e deu belo chute na entrada da área, obrigando Julio Cesar a fazer bela defesa.

Segundo tempo

Fernandinho entrou no lugar de Luiz Gustavo e a Seleção deu sequência à difícil missão de tentar furar o bloqueio holandês. Felipão mudou de novo aos 11 minutos: Hernanes substituiu Paulinho. Logo depois, Ramires conseguiu invadir a área e finalizou, mas a bola passou à direita do gol de Cillessen. Aos 17, David Luiz bateu falta em cobrança parecida com a que originou o segundo gol contra a Colômbia, só que desta vez a bola parou nas mãos do goleiro.

Oscar se jogou na área em disputa de bola com Blind e levou cartão amarelo por simulção. No lance, o holandês recebeu uma joelhada e teve que ser substituído por Janmaat aos 24. A terceira mudança do Brasil veio na sequência, com a entrada de Hulk no lugar de Ramires. O camisa sete soltou uma bomba pela esquerda aos 30 minutos, para fora. A pressão brasileira não estava surtindo efeito.

A Holanda teve uma boa oportunidade em cobrança de escanteio aos 40 minutos: Robben lançou na cabeça de Kuyt, mas a finalização foi para fora. Nos minutos finais, Van Gaal trocou Clasie – que se machucou – por Veltman. Ainda teve tempo para o terceiro gol, o golpe da misericórdia: Wijnaludum aproveitou cruzamento da direita e deu números finais à partida, aos 46 minutos. O treinador holandês ainda deu chance para o goleiro Vorm jogar o restinho da partida.

Leia +

Copa do Mundo 2014 | Holanda vence Seleção Brasileira por 3 x 0. Torcida mostra maturidade do povo e aplaude holandeses

Copa do Mundo 2014 | Final é entre Alemanha e Argentina, Brasil joga contra Holanda

Copa do Mundo 2014 | Derrotado pela Alemanha, Brasil tenta o 3º lugar no campeonato mundial

Copa do Mundo 2014 | Mundial tem a segunda melhor média de público da história. Confira os números dos 12 estádios nas 60 partidas disputadas

Copa do Mundo 2014 | Uma Seleção Brasileira semifinalista e sua nova realidade sem Neymar

Copa do Mundo 2014 | Confira o vídeo com depoimento de Neymar sobre a lesão e a perspectiva de vitória

Copa do Mundo 2014 | Neymar, o gladiador abatido pela violência desleal do colombiano Zuñiga

Copa do Mundo 2014 | Seleção Brasileira vence Colômbia e disputa semifinal com Alemanha 

Copa do Mundo 2014 | Seleção Brasileira vence Chile na disputa de pênaltis e vai para as quartas de final contra Colômbia ou Uruguai

Copa do Mundo 2014 | Seleção Brasileira faz 4 x 1 em Camarões e enfrentará o Chile nas oitavas de final

Copa do Mundo 2014 | Brasil empata com México mas continua liderando o Grupo A

Copa do Mundo 2014 | Brasil faz 4 gols e vence por 3×1 a Croácia

Copa do Mundo de 2014 | Oitavas de final teve recorde de gols na Arena da Fonte Nova, e Brasil, Colômbia, Holanda, Costa Rica, França, Alemanha, Argentina e Bélgica estão classificados para as quartas de final

*Com informações do Portal da Copa.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]