Bahia é um dos seis estados a receber parte dos R$ 19,5 milhões destinados para produção cultural através do Sistema Nacional de Cultura

Presidenta Dilma Rousseff lança “Brasil de Todas as Telas” e anuncia repasses para os estados através do Sistema Nacional de Cultura.
Presidenta Dilma Rousseff lança “Brasil de Todas as Telas” e anuncia repasses para os estados através do Sistema Nacional de Cultura.

Dois projetos, lançados nesta terça-feira (01/07/2014), vão destinar mais de R$ 1,2 bilhão para o desenvolvimento de projetos culturais em todo o país. Primeiro o projeto “Brasil de Todas as Telas” vai transformar a Agência Nacional de Cinema (Ancine) em um grande polo cinematográfico de produção e exibição de filmes e deverá colocar o Brasil entre os cinco maiores produtores do mundo. O segundo é o início de repasses do Sistema Nacional de Cultura que promoverá a diversidade cultural no país, destinando R$ 19,5 milhões a 12 projetos em seis estados.

Brasil de Todas as Telas

Estruturado em quatro eixos, o “Brasil de Todas as Telas” tem como objetivo  expandir o mercado interno, universalizar o acesso da população aos serviços audiovisuais com investimento em produção, distribuição e programação de conteúdos.

Serão R$ 480 milhões para produção, distribuição e programação de conteúdos, relativos ao orçamento de 2014 do Fundo Setorial do Audiovisual. A estes recursos, somam-se outros R$ 413 milhões, além de R$ 310 milhões disponibilizados para a implantação e digitalização das salas de cinemas, no programa “Cinema Perto de Você”.

Formulado com base no Plano de Diretrizes e Metas para o Audiovisual, o “Brasil de Todas as Telas” é uma parceria entre o Ministério da Cultura (MinC), a Agência Nacional do Cinema (Ancine) e representantes do Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA).

Sistema Nacional de Cultura 

Seis estados brasileiros estão aptos a receber recursos do Sistema Nacional de Cultura (SNC). De acordo com anúncio feito pela ministra da Cultura, Marta Suplicy, os 12 primeiros projetos aprovados compreendem R$ 19,5 milhões para implementação de projetos culturais nos estados do Acre, da Bahia, do Ceará, da Paraíba, do Rio Grande do Sul e de Rondônia.

Segundo a ministra da Cultura, o SNC estrutura a cultura da mesma forma que o Sistema Nacional de Saúde estruturou a saúde. “O sistema é a certidão de nascimento da política de estado de cultura e vai permitir à União repassar recursos ao estado, que vai ficar com parte e repassar outra parte para os municípios”, explicou.

Em discurso, a presidenta Dilma Rousseff disse que o sistema deve ser colocado em prática para que se amplie a produção cultural de cada região do país. “Ele [o Sistema Nacional de Cultura] está dando os primeiros passos para o reconhecimento de algo que é muito importante: a diversidade da cultura brasileira, ela se dá numa cidade, mas ela também tem um conteúdo regional muito forte.”

De acordo com Marta Suplicy, a adesão ao SNC foi feita por todos os estados brasileiros, mas os seis anunciados hoje já completaram todo o processo necessário para o repasse dos recursos, que inclui a criação de um fundo para receber o dinheiro, de um plano de cultura para cada ente federado (cidade ou estado) e de um conselho de cultura composto por representantes da sociedade civil e do Poder Público local.

A Bahia foi contemplada com a maior parte dos recursos, foram destinados R$ 5.936.219,00 para projetos apresentados pelo Governo do Estado. A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia aprovou um projeto de R$ 500 mil, e a Fundação Cultural do Estado da Bahia aprovou dois projetos, totalizando 5.436.219,00.

Confira os projetos da Bahia que foram contemplados com recursos do SNC

Proponente: Fundação Cultural do Estado da Bahia
Valor do repasse: R$ 2.936.219,00
O que é? Construção de Salas Multiuso nos Centros de Cultura da Bahia trata da implantação de quatro Núcleos do Centro de Formação em Artes, que realiza atividades de formação e qualificação em artes visuais, audiovisual, circo, dança, literatura, música e teatro. A proposta inclui a implantação de quatro salas multiuso, acompanhadas de salas auxiliares situados em quatro grandes polos regionais da Bahia.
Previsão de público a ser atendido: cerca de 1400 pessoas atingidas por mês.

Proponente: Secretaria de Cultura do Estado da Bahia
Valor do repasse: R$ 500 mil
O que é? Projeto de Valorização da Memória e Fortalecimento da Economia Criativa e Solidária das Comunidades de Terreiros e Culturas Populares busca o reconhecimento, valorização, difusão e fortalecimento das comunidades de terreiro e culturas populares por meio da realização de seminários, oficinas, simpósio, feira e a produção de material informativo e a elaboração de um Plano Museológico-Modelo a ser utilizado pelos museus e memoriais da Rede de Memoriais e Museus de Terreiros.
Previsão de público a ser atendido: 1 mil (direto) e 5 mil (indireto).

Proponente: Fundação Cultural do Estado da Bahia
Valor do repasse: R$ 2,5 milhões
Projeto: O Mapa Musical da Bahia 2014/2015 pretende mapear, reconhecer e promover o conhecimento sobre a música autoral dos mais diversos estilos e vertentes musicais, produzida por músicos e compositores que atuam nos 417 municípios da Bahia. O portal da fundação já cadastrou 716 compositores e músicos e 1397 obras, e pretende realizar 108 shows, com 54 artistas em 27 cidades que representam os 27 territórios de identidade da Bahia; além de dois grandes festivais em Ilhéus e Salvador contando com a participação de 24 artistas e cinco oficinas de qualificação; e a produção de uma coletânea de cinco CDs com 15 faixas e 2000 cópias cada.
Previsão de público a ser atendido: em torno de 60 mil.

Dilma Rousseff: "Esse fundo de R$1,2 bilhão é o maior programa de apoio audiovisual já implementado, pelo volume de recursos e pelo conjunto de iniciativas", disse. "Quando a gente vive uma cerimônia como essa a alma fica mais leve. A cultura permite ver como a vida é diversa. O que seria de nós sem cultura? Não seríamos humanos".
Dilma Rousseff: “Esse fundo de R$1,2 bilhão é o maior programa de apoio audiovisual já implementado, pelo volume de recursos e pelo conjunto de iniciativas”, disse. “Quando a gente vive uma cerimônia como essa a alma fica mais leve. A cultura permite ver como a vida é diversa. O que seria de nós sem cultura? Não seríamos humanos”.
Marta Suplicy: "O cinema é, de longe, a mais completa e fascinante forma de expressão artística pelo simples fato de englobar todas as outras artes. O cinema produz conhecimento, dá acesso a culturas diferentes e é um poderoso instrumento de construção de imagem de um país".
Marta Suplicy: “O cinema é, de longe, a mais completa e fascinante forma de expressão artística pelo simples fato de englobar todas as outras artes. O cinema produz conhecimento, dá acesso a culturas diferentes e é um poderoso instrumento de construção de imagem de um país”.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108671 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]