Vereador feirense diz que direção da Yasaki quer fugir de suas responsabilidades

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Vista aérea da Yazaki em Feira de Santana. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Vista aérea da Yazaki em Feira de Santana. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Vista aérea da Yazaki em Feira de Santana. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Vista aérea da Yazaki em Feira de Santana. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)

O vereador David Neto (PTN), na manhã desta segunda-feira (16/06/2014), ocupou a tribuna da Casa Legislativa para informar sobre a reunião que participou em Salvador, na semana passada, com o objetivo de encontrar uma solução viável para que a Fábrica Yasaki não feche as suas portas em Feira de Santana.

Além do edil, participaram da reunião o secretário estadual da Indústria, Comércio e Mineração, James Correia; o deputado estadual Zé Neto (PT); o deputado federal Fernando Torres (PSD); o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT-BA), Cedro Silva; o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Fábio Dias; entre outros.

“Conversando com o secretário, ele disse que a indústria alegou que o problema era o sindicato. Quando chega à Yasaki, ela diz que o problema é o Governo, alegando que vem, constantemente, tentando entrar em acordo com o Governo e não consegue falar. Descobrimos que é uma mentira muito grande da empresa, porque ela tem acesso”, afirmou o edil, salientando que a Fábrica quer sair de Feira de Santana, porque no município de Aracaju-Sergipe, a Yasaki contrata mão de obra barata, “por, praticamente, um salário mínimo cada funcionário”.

Para David Neto, a empresa está sendo ingrata com o município de Feira de Santana, uma vez que, segundo ele, a Yasaki teve vários benefícios na cidade. “A Yasaki gosta tanto de benefícios que até o imóvel onde ela está instalada aqui no município pertence ao Governo do Estado”, observa.

Em aparte, o vereador Beldes Ramos (PT) sugeriu a criação de uma lei severa para frear as empresas que fecham as portas em uma determinada cidade e se instalam em outra, por conta da mão de obra barata e facilidades fiscais.

Novamente com o uso da palavra, o vereador David Neto declarou que a Yasaki está querendo fugir de suas responsabilidades. “Nós temos muitos funcionários daquela empresa afastados por auxílio-doença. A empresa está sonegando esse apoio; ela está querendo fugir de Feira de Santana, deixando aí um prejuízo muito grande para a nossa cidade. Esses funcionários vão ficar sob a responsabilidade do Município e do Estado?”, questionou.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113734 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]