José Carlos Aleluia critica duramente governador: “Bahiafarma de Wagner é Cemitério de Sucupira”

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
José Carlos Aleluia: “O governador Jaques Wagner vai inaugurar o Cemitério de Sucupira?”.
José Carlos Aleluia: “O governador Jaques Wagner vai inaugurar o Cemitério de Sucupira?”.
José Carlos Aleluia: “O governador Jaques Wagner vai inaugurar o Cemitério de Sucupira?”.
José Carlos Aleluia: “O governador Jaques Wagner vai inaugurar o Cemitério de Sucupira?”.

“O governador Jaques Wagner vai inaugurar o Cemitério de Sucupira?”, indaga o presidente estadual do Democratas, José Carlos Aleluia, ironizando a anunciada inauguração da Bahiafarma pelo governo petista no próximo dia 26. Assim como o cemitério da fictícia cidade onde se desenrola as histórias de “O Bem Amado”, obra do dramaturgo baiano Dias Gomes que virou novela de grande sucesso na Rede Globo, a Bahiafarma já teve várias inaugurações marcadas e até hoje nada.

“Em sua primeira mensagem à Assembleia Legislativa, logo depois de eleito para o primeiro mandato, Wagner registrou que inauguraria a Bahiafarma naquele ano de 2007, numa suposta sede na cidade de Vitória da Conquista, onde teriam sido investidos R$ 18 milhões, e agora nem lá vai ser mais. Existe até registro na imprensa de inauguração marcada no dia 03 de junho de 2011 (ver anexo)”, diz Aleluia.

O líder democrata observa que, nestes quase oito anos de governo, não foi pouca a tinta que se gastou no Diário Oficial com a publicação de atos alusivos à Bahiafarma para se passar a ideia de continuidade do projeto. “O fato é que o prédio de Conquista foi abandonado e, agora, estão reaproveitando as instalações de uma fábrica desativada, em Simões Filho, para a inauguração da ‘Bahiafarma de Sucupira’ às vésperas das eleições”.

Aleluia denuncia que a fábrica estatal vai ser inaugurada sem produzir nenhum medicamento para a atenção básica, que são os mais necessários à população que sofre de diabetes e hipertensão. “E, o pior, além de uso bastante restrito, o único remédio que eles estão anunciando para iniciar a produção da fábrica vem pronto de São Paulo para ser apenas enfrascado e rotulado aqui. Para que este desperdício de dinheiro público, quando o governo há um ano não está entregando a medicação de atenção básica às prefeituras?”, questiona.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112952 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]