Deputado Nelson Pelegrino alerta: “cancelamento da concessão da Embasa é ilegal”

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Nelson Pelegrino: “O grupo político do qual o prefeito faz parte já tentou privatizar a Embasa antes, mas conseguimos impedir com apoio da sociedade”.
Nelson Pelegrino: “O grupo político do qual o prefeito faz parte já tentou privatizar a Embasa antes, mas conseguimos impedir com apoio da sociedade”.
Nelson Pelegrino: “O grupo político do qual o prefeito faz parte já tentou privatizar a Embasa antes, mas conseguimos impedir com apoio da sociedade”.
Nelson Pelegrino: “O grupo político do qual o prefeito faz parte já tentou privatizar a Embasa antes, mas conseguimos impedir com apoio da sociedade”.

O cancelamento dos serviços prestados pela Embasa à Salvador, segundo o deputado federal Nelson Pelegrino (PT), é ilegal. Ele explica que os sistemas de água e de esgotamento envolvem os outros municípios da Região Metropolitana. “A prefeitura de Salvador não tem competência para decidir sozinha, sem ouvir os outros prefeitos e a própria população. Segundo entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF), esta regulação é de interesse metropolitano e precisa ser avaliado por todos os municípios da região” – explicou o parlamentar.

Para Pelegrino, o interesse imediato do prefeito é angariar recursos do Estado e, num segundo momento, privatizar a empresa. “O grupo político do qual o prefeito faz parte já tentou privatizar a Embasa antes, mas conseguimos impedir com apoio da sociedade” – explicou. O deputado avalia que o prefeito está aproveitando o momento eleitoral para fazer embate político, postura que, segundo ele, só prejudica a cidade. “O caminho deve ser sempre o do diálogo. Ao invés de jogada política, a preocupação deveria ser a universalização e qualificação dos serviços prestados à população de Salvador. Isto sim é prioridade”.

Nos últimos anos, o Governo do Estado investiu R$ 1,1 bilhão em abastecimento de água e esgotamento sanitário na capital baiana. Destaca-se a duplicação das adutoras, ampliando em 20% o fornecimento de água, e a construção do Emissário Submarino da Boca do Rio. A água que abastece Salvador provém das barragens do Rio Joanes e de Pedra do Cavalo.

Baixe

Fipe – Pesquisa sobre os serviços prestados pela Embasa em Salvador

Relatório 2014 de danos causados pela Embasa em Salvador segundo a PMS

Leia +

Deputado Carlos Geilson contesta afirmações de que DEM quer privatizar a Embasa

Deputado Joseildo Ramos diz que prefeitura trava R$ 150 milhões em obras de Embasa em Salvador

ALBA aprovada a criação da Entidade Metropolitana de Salvador e modificações nas carreiras da saúde

Deputado Bruno Reis clama por retirada de projeto que “impede fiscalização da Embasa”

Prefeitura de Salvador assume regulação e fiscalização da Embasa

Deputado Nelson Pelegrino alerta: “cancelamento da concessão da Embasa é ilegal”

Crise – Embasa | Paulo Azi diz que projeto de Wagner é inspirado na ditadura militar

Embasa explica convênio que regula intervenções em Salvador

Aliado de ACM Neto diz que Embasa prejudica Salvador de forma deliberada

Deputado Joseildo Ramos diz que DEM quer privatizar Embasa e acusa ACM Neto de leiloar Salvador

Crise – Embasa | Vereador soteropolitano diz que governador Jaques Wagner privatizou até a Arena Fonte Nova

“Governador tem medo da Embasa ser fiscalizada”, diz vereador soteropolitano Leo Prates

Eleições 2014 – Bahia | Deputado Joseildo Ramos diz que projeto de governo do DEM inclui privatização da Embasa

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121812 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.