Presidenta Dilma Rousseff reitera força contra o racismo na Copa

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Dilma Rousseff: “Não podemos deixar de afirmar esse valor, que é o valor do sangue afrodescendente, indígena e branco em um país diverso, multidiverso, como é o Brasil. A força contra o racismo vai ser muito presente na Copa”.
Dilma Rousseff: “Não podemos deixar de afirmar esse valor, que é o valor do sangue afrodescendente, indígena e branco em um país diverso, multidiverso, como é o Brasil. A força contra o racismo vai ser muito presente na Copa”.
Dilma Rousseff: “Não podemos deixar de afirmar esse valor, que é o valor do sangue afrodescendente, indígena e branco em um país diverso, multidiverso, como é o Brasil. A força contra o racismo vai ser muito presente na Copa”.
Dilma Rousseff: “Não podemos deixar de afirmar esse valor, que é o valor do sangue afrodescendente, indígena e branco em um país diverso, multidiverso, como é o Brasil. A força contra o racismo vai ser muito presente na Copa”.

Em meio ao debate mundial acerca de atitudes racistas no futebol, a presidenta Dilma Rousseff disse na quarta-feira (30/04/2014) que a Copa do Mundo no Brasil terá uma força muito grande na luta contra o preconceito. Em entrevista a rádios de Salvador, ela voltou a elogiar atitude do jogador brasileiro Daniel Alves, vítima de racismo durante uma partida pelo Barcelona. Alves se preparava para uma jogada, quando a torcida atirou uma banana no campo. O jogador descascou e comeu a fruta.

“Não podemos deixar de afirmar esse valor, que é o valor do sangue afrodescendente, indígena e branco em um país diverso, multidiverso, como é o Brasil. A força contra o racismo vai ser muito presente na Copa”, frisou Dilma.

A presidenta considerou “fantástica” a reação de atletas e personalidades brasileiras em respostas ao ato racista contra Daniel Alves e usou o termo #somostodosmacacos. A expressão, criada pelo jogador do Barcelona e da Seleção Brasileira Neymar, ganhou as redes sociais desde o último domingo (27) na legenda de fotos de personalidade comendo bananas.

Segundo Dilma, o papa Francisco irá mandar uma mensagem contra o racismo para a abertura da Copa. “Convidei o santo papa para vir à Copa. Mas ele disse que poderia desequilibrar para a Argentina. Então, ele vai mandar uma declaração contra o racismo. É importante que nós todos nos levantemos contra o racismo.”

*Com informações da Agência Brasil.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 123164 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.