Deputado Luciano Simões lamenta reconhecimento “tardio” de Wagner sobre as falhas na segurança pública

Luciano Simões critica governo Wagner por falhas na segurança pública.
Luciano Simões critica governo Wagner por falhas na segurança pública.
Luciano Simões critica governo Wagner por falhas na segurança pública.
Luciano Simões critica governo Wagner por falhas na segurança pública.

Em entrevista recente a revista Época, o governador Jaques Wagner admitiu que um dos pontos fracos de sua gestão foi a segurança pública, reconhecendo, inclusive que “deveria ter feito mais” neste segmento tão importante para o estado da Bahia”. O líder do PMDB na Assembleia, deputado Luciano Simões, que integra a bancada da oposição na Casa, comentou sobre a declaração do governador e lamentou o reconhecimento “tardio” do chefe de estado em relação ao descaso da atual gestão com a segurança pública. “Infelizmente o Governador reconhece tardiamente, pois a todo momento, desde o governo passado, ao assumir, vem sendo alertado pela oposição sobre essa problemática”, afirmou o parlamentar.

O pemedebista ressaltou ainda que houve um crescimento considerável nos índices de violência do estado nos últimos quatro anos. “O estado da Bahia, nos anos de 2010, 2011 e 2012 , foi  o campeão em número de homicídios doloso no Brasil. Em 2012,  foram contabilizados 5.713 homicídios, com um crescimento de 23,68% em relação a 2011. Já em 2013 o número chega a  5.440, contra  4.439 em São Paulo, e 4.761 no Rio de Janeiro”, pontuou o deputado, com base nos dados oficiais do portal Transparência Bahia.

O parlamentar lembra também que há sete anos, os estados de São Paulo e Rio de Janeiro eram considerados um dos mais violentos, e a Bahia conseguiu ultrapassar essas metrópoles, mesmo tendo uma população inferior. “Os dados de violência em nosso estado são alarmantes. No período 2011/2013  é no Estado da Bahia onde se registra o maior número de homicídios. Os demais Estados conseguiram reduzir as suas taxas, mas no caso da Bahia só fez aumentar”, explicou.

Em 2012 foi um ano atípico, com um crescimento de 23,68% com relação a 2012, em função da greve da Policia Militar, segundo a própria Secretaria de Segurança Pública. “Desde o primeiro mandato a Bahia já era campeão de violência e insegurança do Brasil.  O governo Wagner desestruturou a PM e sucateou a PC em todos os sentidos”, criticou Luciano Simões.

Conforme o estudo “Mapa da Violência”, o crescimento do número de homicídios no estado baiano entre o período de 2000 a 2010 foi de 332,5%. “A Bahia era a 23ª mais violenta em 2000, já em 2010 pulou para o 4° lugar”, enfatizou o deputado.

Segundo o último relatório da ONU (Organização das Nações Unidas), Salvador é a 13ª capital mais violenta do Mundo. Já em âmbito nacional, a cidade de Simões Filho é considerada, como a mais violenta do país, conforme os dados de 2013 do Mapa da Violência.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108883 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]