Deputada Graça Pimenta critica número reduzido de hidrantes em Feira de Santana

Deputada Graça Pimenta destaca número reduzido de hidrantes.
Deputada Graça Pimenta destaca número reduzido de hidrantes.
Deputada Graça Pimenta destaca número reduzido de hidrantes.
Deputada Graça Pimenta destaca número reduzido de hidrantes.

Uma lanchonete e uma loja de peças para bicicletas, localizadas uma ao lado da outra, no bairro Sobradinho, em Feira de Santana, foram atingidas por um incêndio na noite de segunda-feira (26/05/2014). O Corpo de Bombeiros conseguiu controlar as chamas, mas os dois estabelecimentos ficaram completamente destruídos. Este foi o sexto grande incêndio ocorrido nas últimas semanas no município. Tal informação preocupa a deputada estadual Graça Pimenta (PMDB).

“Há poucos dias o jornal A Tarde trouxe uma matéria muito importante sobre a questão da insuficiência do número de hidrantes. A notícia é, no mínimo, preocupante, pois confirma a falta de estrutura no município para enfrentar possíveis incêndios. Conforme consta na matéria, o coordenador da Defesa Civil, coronel Jorge Prudente, pontua que a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) recomenda que haja um hidrante para cada 600 metros de rede de água. Vale ressaltar que, segundo a notícia, Feira de Santana possui cerca de 150 quilômetros de rede de distribuição de água”, pontua a parlamentar.

De acordo com a norma da ABNT, o município feirense deveria ter cerca de dois mil hidrantes. “Infelizmente a cidade está longe de atingir ao menos a metade desse número, pois Feira de Santana tem apenas 47 equipamentos desse tipo. Na matéria, Coronel Prudente declara ainda que se tivéssemos 500 hidrantes distribuídos no município, a situação seria outra, pois seria possível reduzir os obstáculos que existem no momento. A maior parte dos equipamentos existentes está instalada no centro da cidade, deixando descobertas áreas de risco, onde estão instaladas madeireiras e centros comerciais populares, a exemplo do ‘Feiraguai’”, destaca Graça Pimenta.

Para a parlamentar, a prova concreta que os feirenses convivem com um enorme risco pode ser constatada quando acontecem incêndios como o que há poucos dias destruiu totalmente três madeireiras e atingiu parcialmente dez imóveis na região conhecida como “Feira da Madeira”. “Conforme consta na notícia, este foi apenas um dos cinco grandes incêndios ocorridos nas últimas semanas em Feira de Santana. Com o caso de ontem, agora são seis. No incêndio que atingiu as madeireiras, o Corpo de Bombeiros precisou da ajuda de carros-pipa do Exército e de empresas particulares”, salienta.

Graça Pimenta também enumera outro problema identificado pela matéria: a falta de uma rede específica de abastecimento. “São tantos os problemas que fica até difícil enumerá-los. Na tribuna da Assembleia Legislativa já cobrei melhorias para o Corpo de Bombeiros e inclusive já fiz indicações ao Governo Estadual para que adquira com urgência equipamentos adequados para que os bravos bombeiros possam atender a população da melhor forma possível. Enquanto isso, infelizmente, os incêndios destroem imóveis e colocam em risco a vida dos baianos”, finaliza a parlamentar.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109903 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]