Campanha em defesa do rio São Francisco é lançada em Brasília

Rio São Francisco.
Rio São Francisco.

Com o objetivo de alertar a sociedade para os problemas enfrentados pelo rio São Francisco, o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF) promove, no dia 03 de junho de 2014, o Dia Nacional em Defesa do Velho Chico, com o lançamento da campanha “Eu Viro Carranca para Defender o Velho Chico”.

A ação foi apresentada à imprensa nesta quarta-feira (27) pelo presidente do Comitê, Anivaldo Miranda, em Brasília (DF). Estiveram presentes, a convite do CBHSF, o diretor de Revitalização de Bacias Hidrográficas da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Eduardo Motta, a secretária-executiva Kênia Marcelino, o assessor da presidência da Codevasf Athadeu Ferreira e o chefe substituto da Unidade de Conservação da Água, Solo e Recursos Florestais, Antonio Silva. A Codevasf é uma das entidades com assento no Comitê.

Durante o evento, Anivaldo Miranda fez uma breve apresentação do trabalho do CBHSF para contextualizar os objetivos da campanha. “A campanha não é contra ninguém. É simplesmente a favor do Velho Chico, daí que a ideia não é protestar. A ideia é alertar a nossa população para os problemas enfrentados pela bacia do rio São Francisco e dar a todos os segmentos da sociedade civil, do poder público e da iniciativa privada a possibilidade de anunciar alguma boa ação em favor do rio e de seus afluentes”, explicou Miranda.

O Dia Nacional em Defesa do Velho Chico será marcado por mobilizações em toda a extensão da bacia, alertando a sociedade para a necessidade de preservação do São Francisco. Estão programadas barqueata, peixamento, debates e mobilizações envolvendo pescadores, comunidades indígenas, quilombolas, pesquisadores, estudantes e gestores público. A campanha também dará destaque a discussões relevantes para a vida do rio como a vazão ecológica, disponibilidade hídrica e os usos múltiplos das águas.

Ações da Codevasf alcançam os R$ 2,6 bi

Um dos principais objetivos da Codevasf é preservar os recursos hídricos das bacias dos rios onde atua – São Francisco, Parnaíba, Itapecuru e Mearim. Por essa razão, a empresa realiza constantes investimentos em ações de controle de processos erosivos, esgotamento sanitário e coleta, tratamento e destinação de resíduos sólidos. Os trabalhos ocorrem nos estados de Alagoas, Bahia, Maranhão, Minas Gerais, Pernambuco, Piauí e Sergipe.

Na área de controle de processos erosivos, a empresa atua na recuperação de trechos degradados em diversos pontos dos cerca de 945 mil quilômetros quadrados das bacias hidrográficas dos rios São Francisco e Parnaíba.

As intervenções afetam direta e indiretamente uma população de aproximadamente 23 milhões de pessoas. Diferentes métodos são utilizados nessas ações: revegetação; cercamento e proteção de nascentes, matas ciliares e topos de morro; implantação de terraços e barramentos; readequação de estradas vicinais; contenção e estabilização de voçorocas e margens de rios, entre outras. Ao final do período 2011–2014, aproximadamente R$ 400 milhões terão sido investidos pela Codevasf nessas ações.

Nas ações de implantação de sistemas de esgotamento sanitário, até o momento a Codevasf já concluiu 76 destes sistemas no âmbito do Programa de Aceleração do Crescimento. A maior parte dos municípios que estão com obras finalizadas localiza-se no estado de Minas Gerais (31), seguido por Bahia (24), Pernambuco (9), Maranhão (5), Alagoas (3), Piauí (3) e Sergipe (1). Estas obras concluídas totalizam um investimento de R$ 530 milhões.

Outros 73 sistemas de esgotamento em execução pela Codevasf, com investimento total de R$ 957 milhões: são 24 em Minhas Gerais, 13 no Piauí, 13 em Pernambuco, 7 na Bahia, 7 em Alagoas, 4 no Maranhão e 5 em Sergipe. Obras de outros 11 sistemas estão em fase de licitação em Sergipe, Bahia, Alagoas e Minas Gerais; os recursos que serão aplicados somam R$ 109 milhões. Ao todo, cerca de R$ 2,1 bilhões terão sido investidos pela Codevasf até o fim do ciclo 2004–2014 nesta ação.

Os recursos são aplicados por meio do Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica dos rios São Francisco e Parnaíba, coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente em parceria com o Ministério da Integração Nacional e outros 14 ministérios.

Outro trabalho prioritário da Codevasf na área ambiental é a implantação de sistemas públicos de coleta, tratamento e destinação de resíduos sólidos. Apenas para o período 2011–2014, os investimentos previstos são de R$ 52,73 milhões. O esforço da Companhia consiste em promover a instalação de aterros sanitários, elaborar projetos para manejo e disposição adequadas de resíduos e adquirir equipamentos voltados para a operação de aterros.

Rio São Francisco.
Rio São Francisco.
Rio São Francisco.
Rio São Francisco.
Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 116651 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.