Prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho é processado pelo município de Madre de Deus por falta de pagamento do IPTU

José Ronaldo de Carvalho é processado pelo município de Madre de Deus por falta de pagamento de IPTU.
José Ronaldo de Carvalho é processado pelo município de Madre de Deus por falta de pagamento de IPTU.
José Ronaldo de Carvalho é processado pelo município de Madre de Deus por falta de pagamento de IPTU.
José Ronaldo de Carvalho é processado pelo município de Madre de Deus por falta de pagamento de IPTU.
Espelho do processo do município de Madre de Deus contra o prefeito José Ronaldo.
Espelho do processo do município de Madre de Deus contra o prefeito José Ronaldo.
Calçada da Rua Sales Barbosa em Feira de Santana. Organização do centro da cidade é uma demonstração da incompetente gestão dos 13 anos dos liderados de José Ronaldo, além dos 9 anos de Ronaldo como prefeito.
Calçada da Rua Sales Barbosa em Feira de Santana. Organização do centro da cidade é uma demonstração da incompetente gestão dos 13 anos dos liderados de José Ronaldo, além dos 9 anos de Ronaldo como prefeito.

Uma fonte altamente qualificada encaminhou ao diretor e editor do Jornal Grande Bahia, Carlos Augusto, cópia do processo de execução fiscal de nº 0397952-34.2013.8.05.0001, que tramita na justiça estadual contra o prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho, CPF 054.116.885/15. O processo tem como autor o município de Madre de Deus, que ingressa com a ação de cobrança do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) do imóvel localizado na Rua Mar Mediterrâneo, nº 83, Centro.

Conforme certidão da Dívida Ativa anexa aos autos, e peça processual, o procurador do município Felipe Portela de Souza afirma que “o réu [José Ronaldo] é devedor do município, em R$ 184,77,”.  Felipe Souza continua: “as tentativas amigáveis para satisfação do débito foram infrutíferas, negando-se o devedor ao pagamento.”.

O setor jurídico do jornal consultou o processo de execução fiscal contra o prefeito José Ronaldo, em 12 de abril de 2014, e confirmou que a ação judicial continua ativa.

O curioso é que José Ronaldo, um homem de “poucas posses”, tem dificuldade de arcar com o débito do IPTU cujo montante original é de R$ 144,36. Ao mesmo tempo em que na condição de alcaide aplica aumento confiscatório de IPTU contra os contribuintes feirenses. Observando que a cidade é gerida pela equipe dos Democratas há 13 anos, tendo como resultado uma gestão pública que oferece baixa qualidade na educação e na saúde, apresentando graves deficiências no transporte público e na organização do espaço urbano, além de comprovada incompetência no planejamento espacial do município.

O aumento do IPTU em Feira de Santana não se justifica pela mais do que comprovada incompetência da gestão pública municipal em aplicar os quase R$ 1 bilhão que recebem por ano, além do próprio prefeito demonstrar o quanto é difícil para o “cidadão de bem” pagar IPTU.

Baixe documentos referentes Processo de execução fiscal da Prefeitura de Madre de Deus contra José Ronaldo de Carvalho

Publicação no Diário de Justiça da Bahia citando José Ronaldo de Carvalho sobre IPTU

Espelho do processo do município de Madre de Deus contra o prefeito José Ronaldo

Processo de Execução Fiscal do Município de Madre de Deus contra José Ronaldo de Carvalho

Dados do registro de José Ronaldo de Carvalho junto ao TSE nas eleições de 2012

Leia +

Prefeitura de Feira de Santana emite segunda nota sobre cobrança do IPTU pelo Município de Madre de Deus e não comenta processo

Em nota sobre processo de execução fiscal, Prefeitura de Feira de Santana diz que José Ronaldo vendeu imóvel em 2005, e esquece de explicar ação do Município de Madre de Deus

Prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho é processado pelo município de Madre de Deus por falta de pagamento do IPTU

Leia também

Magistrada concede prazo de 72 horas para Prefeitura de Feira de Santana se manifestar sobre legalidade da montagem dos camarotes da Micareta 2014

Ministério Público move Ação Penal contra José Ronaldo de Carvalho com pedido de afastamento e prisão do prefeito de Feira de Santana

Ministério Público emite nota afirmando que TJBA vai apreciar afastamento e prisão preventiva do prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho

OAB Bahia ingressa com ADIN com objetivo de suspender aumento do IPTU em Feira de Santana

Zona Azul | Desembargadora do TJBA Lícia Carvalho impõe grave derrota contra Prefeitura de Feira de Santana

Juiz Roque Ruy Barbosa determina que prefeitura de Feira de Santana suspenda imediatamente concorrência pública e edital da ‘Zona Azul’

Prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho é processado pelo município de Madre de Deus por falta de pagamento do IPTU

Em nota sobre processo de execução fiscal, Prefeitura de Feira de Santana diz que prefeito José Ronaldo vendeu imóvel em 2005, e esquecem de explicar ação da Prefeitura de Madre de Deus

Sobre Carlos Augusto 9448 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).