Levante Popular da Juventude realiza ato para marcar os 50 anos do golpe militar em Feira de Santana

Cartaz do Levante Popular da Juventude.
Cartaz do Levante Popular da Juventude.
Cartaz do Levante Popular da Juventude.
Cartaz do Levante Popular da Juventude.

Neste 01 de abril de 2014, o Levante Popular da Juventude realiza uma série de eventos e atividades políticas para marcar na memória e nas estruturas de Feira de Santana, os 50 anos do golpe militar, um dos mais amargos episódios da nossa história. O objetivo das ações é denunciar os crimes bárbaros cometidos pelo Estado Brasileiro, em particular, os fatos que se desenrolaram em nossa cidade e Região, atingiram profundamente famílias e organizações feirenses e ainda hoje encontram-se sem resposta.

O 01 de abril, a verdadeira data do vergonhoso Golpe será reivindicado como dia de luta. Não apenas a juventude, mas a militância de Feira de Santana está sendo convocada para participar das atividades que realizaremos em escolas da rede pública, na parte da manhã, debatendo o período da ditadura e seus efeitos hoje, principalmente para os jovens pobres e negros.

Além disso, este é um excelente momento para imprimir as marcas daqueles que perderam suas vidas lutando e resistindo à crueldade do Regime Militar nesta Universidade Estadual de Feira de Santana. A Universidade foi fundada durante a ditadura e muitos dos seus estudantes foram militantes no período. Os estudantes de hoje precisam se encontrar com este passado, recente e muito vivo. Por isso, será realizado um ato político, à noite, com os presos e torturados sobreviventes do período, hoje membros da subcomissão da verdade em Feira de Santana.

O LEVANTE POPULAR DA JUVENTUDE…

Em meio aos debates da instalação da Comissão Nacional da Verdade no início de 2012, o Levante Popular da Juventude protagonizou um processo de denúncia e mobilização pela pauta do Direito à Memória, Verdade e Justiça, através de ações que ficaram conhecidas como “Escrachos”. Nós reinvidicávamos, por todo o povo brasileiro, a publicização das informações que têm sido guardadas em segredo, a respeito do nosso triste passado da ditadura militar. Fomos às ruas corajosamente apontar culpados, criminosos, torturadores que hoje se escondem sob a máscara da impunidade, enquanto as famílias dos desaparecidos seguem no desamparo da ignorância, sem nem mesmo terem a oportunidade de chorar seus mortos.

O Levante Popular da Juventude (LPJ), essa organização de jovens, nascida no ano de 2006, no leito histórico dos movimentos sociais que compõem a Via Campesina, principalmente o Movimento de Trabalhadores Rurais sem Terra (MST), tomou para si esta bandeira de luta. Neste ano, não poderíamos deixar passar a data, sem lembrar aqueles que morreram, sofreram, foram presos e desapareceram nos porões da ditadura, e celebrar os que sobreviveram e hoje têm a coragem de continuar investigando e denunciando a barbárie institucionalizada que viveram.

PROGRAMAÇÃO:

08h Debate “50 anos do golpe militar. Por Memória, Verdade e Justiça”, no Colégio Uyara Portugal, Conjunto Fraternidade.

14h Exibição do Filme “Chuva de Março”, pelo Labelu

15h Ato Levante Pela Memória, Verdade e Justiça

19h Ato Político com os presos e torturados

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115176 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.