Iniciativa da Fundação Alphaville garante aumento de renda para moradores de comunidades próximas à Feira de Santana

Vista aérea da sede do Distrito de Ipuaçu, em Feira de Santana. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Vista aérea da sede do Distrito de Ipuaçu, em Feira de Santana. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Vista aérea da sede do Distrito de Ipuaçu, em Feira de Santana. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Vista aérea da sede do Distrito de Ipuaçu, em Feira de Santana. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)

Projeto de Piscicultura, lançado oficialmente neste sábado (12/04/2014), no distrito de Governador João Durval Carneiro, em Feira de Santana, consiste em transformar a fonte de renda da comunidade em uma atividade profissional e organizada. Coordenado e implantado pela Fundação Alphaville, moradores da região vão passar por um processo de capacitação na área de piscicultura e  através do beneficiamento do projeto aumentar os ganhos das famílias locais.

A expectativa é que 20 pescadores e as respectivas famílias participem do projeto que contempla cursos de novas tecnologias e informação de mercado. Na programação está prevista, ainda, a abordagem de temas como incentivo à profissionalização da atividade, criação de um fundo de reserva (Fundo de inclusão Social – FIS) para que novas famílias sejam incluídas no projeto e alimentação de qualidade para as comunidades participantes.

Apesar de ser destinado para profissionais da pesca, o projeto, que tem parceria com a Prefeitura de Feira de Santana, contempla ainda agricultores e marisqueiras das colônias de Mergulho, Amarela, Santa Luzia e Três Riachos. A expectativa é que, através do projeto na Associação dos Pescadores e Produtores Rurais do Distrito, jovens da região tenham, no futuro, bolsas-auxílio disponíveis para possibilitar o acesso a outros cursos de aquicultura.

Sobre a Fundação Alphaville

A Fundação Alphaville nasceu em 2000, com o desafio de provocar transformações reais e mais profundas na sociedade e nas comunidades fixadas nas áreas de influência dos empreendimentos da Alphaville, em todo o país. Presente em 21 estados brasileiros, a instituição trabalha com base em quatro eixos de atuação: Desenvolvimento Comunitário, Programa Raízes, Movimento Pró-Consenso e Conservação Ambiental. Em 14 anos de trabalho, a Fundação já beneficiou mais de 180 mil pessoas, por meio de seus mais de 100 projetos.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9394 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).