Deputado Zé Neto ingressa com representação no Ministério Público com objetivo de suspender aumento inconstitucional do IPTU de Feira de Santana

Zé Neto e representantes do MP. Deputado defende suspensão da cobrança de IPTU, e classifica aumento efetuado pela Prefeitura de Feira de Santana como inconstitucional.
Zé Neto e representantes do MP. Deputado defende suspensão da cobrança de IPTU, e classifica aumento efetuado pela Prefeitura de Feira de Santana como inconstitucional.
Zé Neto e representantes do MP. Deputado defende suspensão da cobrança de IPTU, e classifica aumento efetuado pela Prefeitura de Feira de Santana como inconstitucional.
Zé Neto e representantes do MP. Deputado defende suspensão da cobrança de IPTU, e classifica aumento efetuado pela Prefeitura de Feira de Santana como inconstitucional.

No fim da tarde desta quinta-feira (03/04/2014), o deputado estadual Zé Neto (PT), líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia, esteve com o procurador geral de Justiça do Ministério Público da Bahia, Márcio Fahel; o promotor corregedor, Adalvo Dourado; o membro do MP-BA, Paulo Modesto e o vereador Beldes Ramos (PT) para apresentar representação contra o aumento abusivo do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) de Feira de Santana.

A peça questiona a inconstitucionalidade da Lei Municipal de Feira de Santana nº 3.429/13 que altera o sistema de cobrança referente ao IPTU do município, aumentando de maneira abrupta o imposto e ainda violando os princípios constitucionais da razoabilidade e da capacidade contributiva.

Para Zé Neto, o aumento do IPTU se configura mais como um efeito confiscatório do que como um reajuste. “Espero que o Ministério Público possa, o mais rápido possível, encaminhar esse inquérito e dar o parecer adequado para solicitar da justiça a inconstitucionalidade dessa lei de Feira de Santana que mais é um confisco de bens de cidadãos do que um ajuste de imposto”.

Comprovada a irregularidade, o MP-BA pode propor, após análise da representação apresentada, uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) com pedido liminar de suspensão da Lei Municipal de Feira de Santana e ainda a abertura de um procedimento investigatório cabível a fim de apurar as irregularidades. “O pedido que nós fizemos hoje busca atender a todos os cidadãos de Feira de Santana, tanto Pessoa Física quanto Pessoa Jurídica. Havendo o julgamento em favor da ilegalidade, todos que pagam IPTU na cidade vão ser atendidos e é o que nós esperamos”, concluiu o parlamentar.

Inconstitucionalidade 

A Constituição Federal de 1988 prevê, em seu artigo 145, no parágrafo 1° que, os impostos “terão caráter pessoal e serão graduados […] respeitados os direitos individuais e […] os rendimentos do contribuinte”. No entanto, a Prefeitura de Feira de Santana violou dois princípios: o da razoabilidade e o da capacidade contributiva. Ao aumentar o tributo, a Prefeitura deveria ter levado em conta a situação particular de cada contribuinte, acompanhando o reajuste salarial da população, fato que não ocorreu. De acordo com a CF/88, a correção deve ser feita anual e de forma gradativa para que se torne possível ao cidadão o seu pagamento. “Quando o IPTU aumenta de forma abusiva todos são prejudicados, porque acaba sendo distribuído para os serviços e mercadorias a ampliação do pagamento do imposto”, destacou Zé Neto.

Petição online 

Desde que a Prefeitura anunciou a alteração na cobrança do IPTU, o reajuste do imposto tem sido o principal assunto da cidade. Com o intuito de promover o controle da legalidade foi criada uma petição online para que os cidadãos possam se manifestar contra o aumento abusivo do tributo. Até o momento, o documento virtual já possui 1.073 assinaturas. A petição pode ser acessada através da página Petições da Comunidade, disponível no link (https://secure.avaaz.org/po/petition/PREFEITURA_DE_FEIRA_DE_SANTANA_CONTRA_O_IPTU_ABUSIVO_400_DE_AUMENTO/?dDkgceb).

Além da petição online para recolher assinaturas, quem quiser conferir a representação na íntegra basta acessar  o site do deputado Zé Neto. A representação está disponível para download através do link (http://www.zeneto.com.br/downloads.php).

“Todos aqueles que queiram conhecer na íntegra a nossa representação podem acessar o link disponibilizado e ter subsídios necessários para utilizar nas argumentações diárias sobre o assunto. Ficam autorizados também a utilização desses mesmos argumentos ou dessa petição em ações individuais próprias junto ao judiciário de forma direta”, afirmou o líder do governo.

Audiência Pública 

Uma audiência pública, através do intermédio do deputado Zé Neto, será realizada na próxima segunda-feira, 7 de abril, às 9h, na Associação Comercial e Empresarial de Feira de Santana para aprofundar as questões acerca do aumento abusivo do IPTU. Será debatido, entre outros assuntos, o impacto orçamentário na vida dos cidadãos, os aspectos legais da correção, bem como as conseqüências advindas do não pagamento.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 105600 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]