Deputado Zé Neto classifica a Micareta de Feira de Santana 2014 como desorganizada e diz que segurança pública foi o destaque

Zé Neto critica organização da Micareta de Feira de Santana 2014.
Zé Neto critica organização da Micareta de Feira de Santana 2014.
Zé Neto critica organização da Micareta de Feira de Santana 2014.
Zé Neto critica organização da Micareta de Feira de Santana 2014.
Ocorrência policiais na Micareta de Feira de Santana 2014.
Ocorrência policiais na Micareta de Feira de Santana 2014.

A Micareta de Feira de Santana 2014 foi marcada pela paz durante os quatro dias de festa. O trabalho intenso da polícia fez com que o número de ocorrências fosse reduzido, em comparação ao ano de 2013. Desta forma, a segurança pública foi o ponto alto da Micareta de Feira, e, segundo o deputado estadual Zé Neto (PT), líder do governo na Assembleia Legislativa, foram identificados vários pontos negativos na organização da festa.

“Apesar do esforço da Secretaria de Cultura, que fez uma bela homenagem a grandes ícones da cidade – o artista plástico Juraci Dórea e o escritor e poeta Antonio Brasileiro – o que vimos foi uma grande falta de estrutura, com iluminação deficiente, esvaziamento da festa, além da redução do circuito, que terminava nas proximidades da Casa de Saúde Santana, e, agora, acaba próximo a Tv Subaé”, criticou Zé Neto.

O deputado declarou que a falta de diálogo entre os organizadores da festa prejudicou a Micareta e seus participantes. “Além da falta de diálogo nítida com os atores da folia, a exemplo dos grandes blocos e camarotes, que esse ano não houve êxito na licitação, também foram prejudicados os pequenos ambulantes, que em virtude da desorganização da festa foram às ruas reclamar, bem como os barraqueiros, que tem dito publicamente que essa foi a pior Micareta de Feira, em termos de organização”.

“De nossa parte, cumprimos a missão com a transmissão da TVE, que apesar de não ter sido ao vivo, por falta da contrapartida da Prefeitura de Feira de Santana, ocorreu de forma exitosa; com a segurança pública e os investimentos feitos em 21 entidades por meio do Carnaval Ouro Negro”, assegurou Zé Neto.

Segurança

Para garantir a tranquilidade, o Governo do Estado investiu R$ 5 milhões e quase 6 mil policiais estiveram nas ruas, entre militares, civis, além da polícia técnica e bombeiros.

De acordo com o balanço geral divulgado pelo Comando de Policiamento Regional Leste (CPRL), entre os dias 24 e 27 de abril deste ano, assim como aconteceu no ano anterior, nenhum homicídio foi registrado no circuito da festa. Os casos de lesão corporal foram reduzidos em 29,4%, as ocorrências de vias de fato caíram de 93 para 44 e o número de roubos foi diminuído em 50%.

Em relação à produtividade policial, foram registradas 281 conduções à delegacia, 18 prisões em flagrante, 238 termos circunstanciados e houve o aumento de 158,6% em relação às conduções por tráfico/uso de drogas, além de apreensão de seis armas de fogo.

O deputado Zé Neto comemorou o clima de paz durante o maior carnaval fora de época, que é a Micareta de Feira de Santana. “Nós devolvemos a paz à Micareta de Feira, pois, há alguns anos, essa tradicional festa era considerada a mais violenta do país e nós restituímos a tranquilidade para os foliões”, afirmou Zé Neto.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111079 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]