Deputado Valmir Assunção ressalta valorização da Petrobras e dispara contra oposição: “não tem projeto”

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Valmir Assunção diz que falta projeto à oposição.
Valmir Assunção diz que falta projeto à oposição.
Valmir Assunção diz que falta projeto à oposição.
Valmir Assunção diz que falta projeto à oposição.

O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) destacou o crescimento da Petrobras no período de gestão do então presidente José Sérgio Gabrielli, atual secretário estadual de Planejamento do governo Jaques Wagner (PT). Nesta semana, em discurso encaminhado à Câmara Federal, o líder do MST na Bahia lembrou de dados do período de ascensão da Petrobras e disparou contra a oposição. “Acho lógico que a CPI, que foi aprovada na CCJ do Senado, tenha que investigar e ampliar essa investigação. Todo ano de eleição é a mesma coisa. Então, se nós sabemos que o jogo é o mesmo, vamos enfrenta-lo”, diz Valmir se referindo à declaração da presidente Dilma sobre a abertura das investigações.

Para o petista, o propósito agora é trabalhar para que, diante do princípio da transparência, o PT atue na CPI para investigar não só o caso da Petrobras, mas também os cartéis dos contratos do Metrô de São Paulo, as denúncias de irregularidades no Porto de Suape, entre outros temas que se inserem na mesma denúncia. Segundo Valmir, a Federação dos Petroleiros mostrou que, em 2002, a Petrobras valia R$ 30 bilhões, a sua receita era de R$ 69 bilhões, o lucro líquido era de R$ 8 bilhões e o investimento não passava de R$ 18 bilhões.

“Em 2012, a Petrobras valia, no mercado, R$ 260 bilhões, a receita subiu para R$ 281 bilhões, o lucro era de R$ 21 bilhões e a capacidade de investimento era de R$ 84 bilhões. Esta é a realidade da empresa, comparando o passado com hoje. O que está acontecendo neste país é que a oposição não tem projeto político, não tem como enfrentar uma disputa apresentando um projeto para a sociedade. Então, é lógico, tem que ir justamente para o varejo, na disputa menor”, diz Valmir ao se referir à compra da refinaria de Pasadena da Astra, no Texas (EUA), pela Petrobras.

Em discurso encaminhado, o parlamentar petista ainda considera outro aspecto que a oposição omite para a população brasileira, que é o valor total do negócio. “É preciso explicar que os US$ 486 milhões da compra da refinaria, obviamente, não incluem o valor dos estoques que estavam na refinaria e da sua comercializadora, que foi de US$ 346 milhões. O processo de compra da refinaria de Pasadena foi um negócio normal, com preços alinhados ao mercado, um investimento para o país e não um assunto politiqueiro de que não tem projeto para apresentar”.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121857 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.