Confira a coluna de Antônio José Larangeira de 10 de abril de 2014

Artista plástico Gil Mário vai expor em Aracaju.
Artista plástico Gil Mário vai expor em Aracaju.
Artista plástico Gil Mário vai expor em Aracaju.
Artista plástico Gil Mário vai expor em Aracaju.

O Imaginário Juraci, dia 15

Na noite de terça-feira, (15/04), às 20 horas, no Centro de Cultura Amélio Amorim, acontecerá  lançamento em Feira de Santana, do documentário “O Imaginário de Juraci Dórea no Sertão: Veredas”, com argumento e direção de Tuna Espinheira, filmado principalmente nesta cidade, com tomadas no Campo do Gado e no campus da Uefs, onde foram plantadas esculturas do “Projeto Terra” do artista plástico feirense. “Este trabalho, cujo protagonista é um personagem da história desta brava região”, segundo Tuna, pretende mostrar o sertão através do imaginário, inspirado no “Projeto Terra”, que completa 30 anos de execução por Juraci Dórea. São “52 sertanejos minutos”, conta Tuna. Aprovado pelo FSA/BRDE – Prodavi, o filme foi rodado em Digital HD pela produtora Larty Mark. A produção executiva é de Wiltonauar Moura e deverá também ser exibido pela TVE Bahia. O documentário “revisita os caminhos percorridos pelo artista, registrando o que ainda existe, recuperando o que for possível e colocando novas obras no trajeto entre Feira de Santana, Monte Santo, Canudos e Raso da Catarina, colhendo depoimentos de pessoas e personagens de cada local ao mesmo tempo em que promoveu o conhecimento da arte”, conta Tuna Espinheira. Além de Juraci Dórea ser o motivo do filme, a produção conta com dois nomes feirenses na ficha técnica: Dimas Oliveira e Selma Soares. Tuna Espinheira escreve sobre seu trabalho: “Era uma vez o sertão que virou museu a céu aberto, ao sol, a chuva, ao tempo… foi, precisamente desta maneira, que o artista, Juraci Dórea, arrumou seu matulão e, fazendo às vezes do pregador bíblico, João Batista, adentrou as veredas do sertão baiano, descortinando suas icônicas esculturas, de madeiras vestidas de couro, com uma linguagem contemporânea, desconhecida naqueles ermos, bradando no deserto. Com informações de Dimas Oliveira.

Zé Neto cinqüentão festejado

Bastante concorrida a festa “Uma noite no Hawaii”, realizada sábado ultimo, numa residência na rua Muriaé, no Mar da Tranquilidade, oportunidade em que foram comemorados os cinqüenta anos de vida do deputado estadual Zé Neto, que estava ladeado de sua esposa Naiana e filhas. Milhares de convidados lotaram aquela morada que ao som de bandas se serviram do melhor whisky, roscas e cervejota, além de um buffet farto e variado capitaneado por Suzaninha Magalhães.  Entre os convidados estiveram a senadora Lidice da Matta, secretario da Saúde do Estado Jorge Solla, prefeito de Andarai Wilson Paes Cardoso, um mundo de políticos e figuras da sociedade e empresariado feirense, além de gente do povo.

 Flu à caridade

O  presidente do Fluminense de Feira, advogado Hércules Oliveira  foi à Câmara Municipal estender a mão à caridade, pois tem uma folha de pagamento de  R$ 63 mil, que vence hoje e não tem nada em caixa. Algum edil se pronunciou sobre o assunto prometendo alguma ajuda ?

 Despedida de Colbert

O deputado federal Colbert Filho (PMDB) participou segunda feira ultima , no final da tarde, da sua ultima sessão na Câmara Federal em Brasília esse ano, momento que se despediu de todos já que é o primeiro suplente da coligação PMDB/PSC/PR, em substituição ao ex-secretário de Salvador Mauricio Trindade (Pros), que assumiu mandato. Colbert Filho ficou esteve à frente do mandato por 15 meses nas suas despedidas pediu apuração das denúncias contra a Petrobras, criticou a saúde em Salvador e cobrou a duplicação da BR 116 Norte.

Comendador Reinaldo

O vereador Robeci da Vassoura (PHS) é autor do projeto que concede a Comenda Maria Quitéria ao industrial Reinaldo Portugal, presidente da Brasfrut.Figura expressiva pela dignidade e seriedade.

 Gil Mário em Aracaju

A Galeria de Arte Jenner Augusto,  em Aracaju, abre sua temporada de exposições do ano, apresentado um conjunto de obras do artista  Gil Mário. O vernissage ocorre no dia 6 de maio e a exposição é composta de onze trabalhos em acrílica sobre tela nas dimensões 100 x 100 cm e dez infogravuras sobre placa de PVC. A curadoria da mostra é de Ligia Motta. O conjunto da obra é denominado de “Florestabilidade”. O tema predominante é inspirado na flora e na fauna brasileira e foi desenvolvido com a técnica da abstração formal, demonstrando que “podemos utilizar as florestas e matas, sem, contudo, agredirmos a natureza”, como considera o artista. Este A curadoria da mostra é de Ligia Motta.

Esta coluna é publicada nos sítios jornalísticos

Jornal Grande Bahia

Tribuna da Bahia

Notícias da Bahia

Antonio José Larangeira
Sobre Antonio José Larangeira 3040 Artigos
Antonio José Larangeira nasceu em 11 de janeiro de 1945, é natural de Santo Amaro da Purificação (BA), é formado em Administração, pela Faculdade Anísio Teixeira (FAT). Atua como jornalista profissional, com registro nº 514 (SINJORBA/FENAJ) e publica coluna diária nos jornais Grande Bahia, Pátria Latina e Tribuna da Bahia. E-mail: [email protected]