Bahia tem defasagem de 549,5% no Corpo do Bombeiros, aponta deputado Carlos Geilson

Carlos Geilson: "Apenas 20 cidades baianas, ou seja 5%, possuem postos com alguma estrutura instalada e a maior parte dos efetivos está concentrada em Salvador e Região Metropolitana.". (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Carlos Geilson: "Apenas 20 cidades baianas, ou seja 5%, possuem postos com alguma estrutura instalada e a maior parte dos efetivos está concentrada em Salvador e Região Metropolitana.". (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)

Carlos Geilson: "Apenas 20 cidades baianas, ou seja 5%, possuem postos com alguma estrutura instalada e a maior parte dos efetivos está concentrada em Salvador e Região Metropolitana.". (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Carlos Geilson: “Apenas 20 cidades baianas, ou seja 5%, possuem postos com alguma estrutura instalada e a maior parte dos efetivos está concentrada em Salvador e Região Metropolitana.”. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)

O número desejável de militares no Corpo de Bombeiros da Bahia é de 14 mil. No entanto, apenas 2.200 bombeiros estão à disposição da população baiana. Quem aponta esse dado é a Organização Nações Unidas (ONU), que indica que para cada mil habitantes é necessário um bombeiro. Ou seja, a Bahia tem uma defasagem de bombeiros de 549,5% e ainda ocupa a 26ª posição entre os estados que menos tem efetivos por habitantes, de acordo com dados do Instituto Movimenta Salvador, de 2013.

No ano passado, o governo da Bahia realizou concurso para preenchimento de vagas do Corpo de Bombeiros. O edital contemplava 2 mil vagas para a Polícia Militar, sendo que dos convocados, 650 não compareceram. Sendo assim, 1.350 começaram a fazer o curso, no entanto, desses que iniciaram a formação, 100 desistiram. Dessas vagas apenas 135 vagas eram para Bombeiros, 49 ficaram inaptos, portanto apenas 86 iniciaram o curso em janeiro. O concurso tem validade até junho de 2014 e até agora o governo não convocou mais aprovados para repor a defasagem.

Os dados foram apresentados pelo deputado Carlos Geilson (PTN) em pronunciamento na Assembleia Legislativa na noite de terça-feira (01/04/2014).

“Senhor governador, não é de hoje que estamos alertando sobre os inúmeros problemas que o Corpo de Bombeiros vem enfrentando. Pasmem senhores! Apenas 20 cidades baianas, ou seja 5%, possuem postos com alguma estrutura instalada e a maior parte dos efetivos está concentrada em Salvador e Região Metropolitana. Precisamos resolver essa situação! A população não pode ficar a mercê da sorte”, afirmou Carlos Geilson.

O parlamentar ainda cobrou uma posição por parte do governo do estado, em relação à convocação de mais bombeiros. “Quando serão convocados os aprovados, para a reposição? Esse concurso ainda tem 872 cadastro reserva para bombeiros, o ideal mesmo seria o governo do estado convocar um número maior desse cadastro reserva, para que assim, os baianos possam ficar mais tranquilos. Um pouco de bom senso e boa vontade resolve muitos problemas, governador!”, frisou Geilson.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 114925 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.