Vereador feirense Pablo Roberto emite nota em defesa da política de segurança pública do governo Wagner

Pablo Roberto sai em defesa do governo Wagner. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Pablo Roberto sai em defesa do governo Wagner. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Pablo Roberto sai em defesa do governo Wagner. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Pablo Roberto sai em defesa do governo Wagner. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)

Vereador Pablo Roberto declara que não assinou moção de repúdio ao secretário estadual da Segurança Pública, Maurício Barbosa.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Em virtude de notícia veiculada nesta quarta-feira (26/03/2014) no portal Acorda Cidade, coluna Dilton e Feito, o vereador Pablo Roberto (PT) vem a público informar que:

1° Não assinei a moção de repúdio ao secretário estadual da Segurança Pública, Maurício Barbosa.

2° O que motivou a minha discordância em relação a moção que surgiu por iniciativa dos vereadores Elí Ribeiro (PRB) e Marcos Lima (PRP), membros da Comissão de Meio Ambiente, Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Câmara Municipal de Feira de Santana, da qual faço parte porém não concordo com tal atitude, é por acreditar e defender que a Segurança Pública não depende apenas do governo Estadual.

3° Convoco os colegas para saírem do âmbito político e como poder público que somos, possamos ajudar os órgãos de segurança a fazer a segurança pública de modo mais eficiente, e que desse debate, nós tenhamos propostas que possam ajudar a desatar os nós que a segurança pública ainda tem para prestar melhores serviços para população.

4° Informo a população feirense, que jamais poderia assinar uma moção de repúdio contra um governo que assim como qualquer outro, enfrenta dificuldades com a segurança, porém continua lutando e trabalhando. Vale lembrar que o governo Wagner encontrou uma segurança sucateada e completamente abandonada por governos anteriores, em apenas sete anos de gestão já foram criadas Bases Comunitárias que já são 13, com redução, nas áreas de risco, de 50% dos homicídios. Hoje temos Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, que não existia na Bahia. O Estado, como um todo, só em 2013 marcou 7,9% de diminuição nos índices de violência em relação ao ano anterior. Isso traduzido em número são quase 500 vidas preservadas de um ano para o outro.

O nosso governador Wagner junto com o competente secretário , Maurício Barbosa, já contrataram 12 mil policiais ao longo desses sete anos de governo. Existe um esforço muito grande, por parte do Executivo estadual, em investir na contratação de novos policiais.

Graças a competência do secretário estadual da Segurança Pública, junto ao empenho do nosso governador Jaques Wagner, temos o Pacto pela Vida, que é o nosso programa de segurança pública, que já conseguiu trazer de um financiamento R$1bilhão pelo Banco do Brasil para preservar a vida de pessoas na nossa Bahia.

FEIRA DE SANTANA

É bom deixar claro que só em Feira de Santana tivemos uma redução no número de mortes violentas, um total de 90 vidas preservadas, conforme dados divulgados pela Secretaria da Segurança Pública do Estado.

Segundo a SSP, foram registrados 343 assassinatos na cidade em 2013, contra 440 em 2012, ou seja, houve uma redução de 97 ocorrências. Com isso, Feira de Santana segue no ranking em 1º Lugar, na categoria do processo de redução dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), com uma redução de mais de 20% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Acredito que a queda do número de crimes contra a vida devem-se aos investimentos em Segurança Pública realizados pelo governo do Estado, como a construção de Bases Comunitárias de Segurança, novas viaturas e ainda a criação do Prêmio por Desempenho Policial (PDP).

Feira além de ser uma das 52 cidades baianas que contam com a PDP, dispõe de uma Base Comunitária de Segurança no conjunto George Américo. O bairro, considerado um dos mais violentos da cidade, registrou redução significativa no número de assassinatos depois da instalação da base.

O governador Jaques Wagner e o secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, também inauguraram, em Feira de Santana, o Centro Integrado de Comunicação (Cicom), que concentra as chamadas 190 (Polícia Militar), 197 (Polícia Civil) e 193 (Corpo de Bombeiros). A unidade, que funciona no 1º Batalhão da Polícia Militar, atende aos moradores de Feira e de outros 16 municípios da região.

Além do Cicom, Feira hoje pode contar também com um amplo Complexo de Delegacias no bairro Sobradinho, abrigando no mesmo lugar a 1ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior e as delegacias do Adolescente Infrator (DAÍ), de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), de Roubo de Cargas em Rodovia (DESCARGA) e a 2ª Territorial. Além de Feira de Santana o Complexo atende outras cidades da região, como Anguera, Antônio Cardoso, Ipecaetá, Rafael Jambeiro, Santo Estêvão, Serra Preta, São Gonçalo dos Campos e Tanquinho. Nesta obra, o governo do Estado investiu R$ 9 milhões.

Não podemos esquecer que segurança é um assunto muito vital, para sociedade, precisamos tomar muito cuidado para não explorar o assunto de forma superficial ou por questões que não sejam relacionadas a melhorias.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115121 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.