Obra do Museu de Zoologia da UNESC registra dez anos de pesquisa em livro

Museu de Zoologia: dez anos eternizados em um livro. Obra reúne as atividades de educação e preservação realizadas.
Museu de Zoologia: dez anos eternizados em um livro. Obra reúne as atividades de educação e preservação realizadas.
Museu de Zoologia: dez anos eternizados em um livro. Obra reúne as atividades de educação e preservação realizadas.
Museu de Zoologia: dez anos eternizados em um livro. Obra reúne as atividades de educação e preservação realizadas.

A noite de quarta-feira (26/03/2014) foi especial para o Museu de Zoologia Professora Morgana Cirimbelli Gaidzinski da Unesc (Universidade do Extremo Sul Catarinense), em Criciúma, e marcou o lançamento do livro que conta os seus dez anos de vida. A obra traz relatos e imagens das atividades e narra desde como surgiu a ideia do Museu até o processo de desenvolvimento e expansão, abordando a relação dele com a educação, a pesquisa e o turismo. O livro, publicado pela Ediunes (Editora Unesc), foi organizado pela professora Morgana Cirimbelli Gaidzinski, em parceria com os biólogos Rodrigo Ribeiro de Freitas e Silvia Damiani Simões, que fazem parte da equipe do Museu.

 

Segundo a coordenadora do Museu, Morgana Cirimbelli Gaidzinski, os primeiros movimentos para a criação do espaço surgiram na década de 90, durante as aulas da disciplina de Zoologia da professora para o curso de Ciências (hoje Ciências Biológicas) da Unesc. “Trazíamos material de fora para as aulas, como crustáceos, e vimos que era importante para o aprendizado dos estudantes. Então com a ajuda dos alunos começamos a ter mais animais, que chamavam a atenção de quem passava na sala. Foi aí que a ideia foi se desenvolvendo e em 2002, com o total apoio da Universidade em todas as etapas, inauguramos a coleção de longa duração do Museu”, contou.

 

Para a coordenadora do local, o livro significa apresentar para a comunidade o resultado dos trabalhos desenvolvidos e a dedicação de tantas pessoas envolvidas no projeto. “O Museu é uma grande realização pessoal e profissional, a concretização de ideal. O livro vem para fechar um ciclo de dez anos e marcar o início de outro, com novas atividades e conquistas”, comentou.

 

O reitor da Unesc Gildo Volpato afirmou que o Museu de Zoologia é um instrumento importante no processo de educação ambiental e conscientização de crianças e adultos. “É um orgulho para a instituição ter o Museu de Zoologia, que é referência quando se fala em educação ambiental”. Volpato agradeceu ainda o apoio do poder público, Polícia Ambiental e a iniciativa privada no desenvolvimento das atividades do local.

 

O prefeito de Criciúma, Márcio Búrigo destacou a importância do local na educação das pessoas e lembrou que o projeto de levar o Museu ao Parque das Nações – em fase de captação de recursos – trará benefícios para toda a comunidade regional. “Ele não será apenas um laboratório pedagógico, mas um grande incentivo para a preservação do meio ambiente”.

 

Participaram do lançamento do livro a pró-reitora de Ensino de Graduação, Robinalva Ferreira, o coordenador da Ediunesc, Renato Carola, o responsável pela Polícia Ambiental da região, tenente João Hélio Schneider de Siqueira Santos, a presidente da Câmara de Vereadores de Criciúma, Tati Teixeira, o secretário de Desenvolvimento Regional de Criciúma, João Fabris e o coordenador do Sistema Estadual de Museus, Maurício Rafael.  

Durante a cerimônia, o reitor da Unesc entregou um exemplar da obra para a pesquisadora da Universidade de Aveiro, em Portugal, Izabel Pinho, que está visitando a Universidade.

 

Livro será distribuído gratuitamente

 

O projeto do livro foi submetido à Lei de Incentivo à Cultura- Lei Rouanet, (Lei

nº 8.313 de 1991) e aprovado pela Comissão Nacional de Incentivo a Cultura e a publicação será distribuída gratuitamente às instituições museológicas e de ensino, bibliotecas e comunidade.

 

A publicação tem o patrocínio das empresas Farben, Gendai, Jugasa, Napoly, TWA Fomento Comercial e Unitá.

 

Mais de 80 mil pessoas já participaram de visitas mediadas                                                                                                                                                                                        

Em seus dez anos de atividades, o Museu de Zoologia da Unesc recebeu mais de 80 mil alunos vindos de vários municípios da região, para participar de visitas mediadas ou das diversas atividades educativas realizadas no local. Segundo Morgana, em média, o Museu recebe a visita de 1 mil pessoas por mês, vindas de 42 municípios entre Laguna e Passo de Torres. O local possui mais de 470 instituições de cadastradas. 

 

O Museu de Zoologia da Universidade possui mais de 230 animais da Mata Atlântica e do ambiente marinho em exposição, e está aberto ao público em geral.

 

Premições

 

O Museu de Zoologia foi reconhecido nacionalmente pelo Ibram (Instituto Brasileiro de Museus) em duas edições do Prêmio Darcy Ribeiro de Educação. Na primeira, em 2008, com o projeto “Bicho que Educa”. Em 2011, na quarta edição, com o projeto “Arte Animal”.

Em 2013 o museu recebeu da Fundação Catarinense de Cultura, o Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura, pela elaboração do projeto museográfico de sua nova sede.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112804 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]