Fórum discute ações sustentáveis para a agricultura familiar na Bahia

Jairo Carneiro: “A atuação das entidades financeiras oficiais, a exemplo do Banco do Brasil (BB), Banco do Nordeste do Brasil (BNB) e Caixa Econômica Federal (CEF) é importante e fundamental para dar sustentabilidade e impulsionar a agricultura familiar”.
Jairo Carneiro: “A atuação das entidades financeiras oficiais, a exemplo do Banco do Brasil (BB), Banco do Nordeste do Brasil (BNB) e Caixa Econômica Federal (CEF) é importante e fundamental para dar sustentabilidade e impulsionar a agricultura familiar”.
Jairo Carneiro: “A atuação das entidades financeiras oficiais, a exemplo do Banco do Brasil (BB), Banco do Nordeste do Brasil (BNB) e Caixa Econômica Federal (CEF) é importante e fundamental para dar sustentabilidade e impulsionar a agricultura familiar”.
Jairo Carneiro: “A atuação das entidades financeiras oficiais, a exemplo do Banco do Brasil (BB), Banco do Nordeste do Brasil (BNB) e Caixa Econômica Federal (CEF) é importante e fundamental para dar sustentabilidade e impulsionar a agricultura familiar”.

“A atuação das entidades financeiras oficiais, a exemplo do Banco do Brasil (BB), Banco do Nordeste do Brasil (BNB) e Caixa Econômica Federal (CEF) é importante e fundamental para dar sustentabilidade e impulsionar a agricultura familiar”. Afirmou o secretário estadual da Agricultura, Jairo Carneiro, ao participar do Fórum Banco do Brasil da Agricultura familiar na manhã desta quinta-feira (13/03/2014), na sede da superintendência estadual do Banco do Brasil (BB), em Salvador.  O secretário lembrou que a Bahia possui o maior contingente de agricultores familiares do País, representado 15% deste segmento do Brasil.

Além da apresentação dos resultados dos programas financiados pelo banco, direcionados aos agricultores familiares, o Fórum discutiu alternativas para o homem do campo, como a política de habitação rural e assistência técnica. “O envolvimento dos agentes financeiros, entidades de classe e poder público na discussão de políticas voltadas para a agricultura familiar é uma ação de extrema importância, para oferecer aos 665 mil famílias rurais da Bahia a possibilidade de acesso às novas tecnologias”, ressaltou o secretário da Agricultura Jairo Carneiro.

Essa é a terceira edição do Fórum que em anos anteriores aconteceu em Porto Alegre e Brasília. “É um momento de discutir com as principais lideranças envolvidas na agropecuária, notadamente na agricultura familiar, caminhos para ampliar o alcance de atendimento do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e inserção de maior número de produtores, com objetivo de dar sustentabilidade ao segmento”, destacou o gerente de Desenvolvimento Regional Sustentável do BB, Romeu Schiavon.

O superintendente estadual do BB, Luiz Prodeus, chamou a atenção para o papel do segmento familiar rural para a economia do País, na geração de emprego e renda. Luis Prodeus ressaltou a importância da realização do Fórum, justamente no Ano Internacional da Agricultura Familiar (AIAF) 2014. A data foi instituída com a finalidade de reposicionar a agricultura familiar no centro das políticas agrícolas, ambientais e sociais nas agendas nacionais, identificando lacunas e oportunidades para promover mudanças rumo ao desenvolvimento mais equitativo e equilibrado.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115068 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.