Eleições 2014: governo suspende publicidade durante período eleitoral

Thomas Traumann informa que alguns tipos de propaganda não poderão ser exibidos entre os dias 5 de julho e 5 de outubro.Thomas Traumann informa que alguns tipos de propaganda não poderão ser exibidos entre os dias 5 de julho e 5 de outubro.
Thomas Traumann informa que alguns tipos de propaganda não poderão ser exibidos entre os dias 5 de julho e 5 de outubro.

Thomas Traumann informa que alguns tipos de propaganda não poderão ser exibidos entre os dias 5 de julho e 5 de outubro.

A publicidade efetuada por órgãos do Poder Executivo estão suspensas entre os dias 5 de julho e 5 de outubro, segundo a instrução normativa nº 6, publicada no diário Oficial da União desta segunda-feira (17/03/2014).

A instrução foi elaborada pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), que é chefiada pelo ministro Thomas Traumann.

De acordo com o texto, as propagandas institucionais, de utilidade pública e de produtos e serviços que não tenham concorrência no mercado só poderão ser veiculadas novamente após o término do período eleitoral (5 de julho a 5 de outubro).

Continuarão sendo transmitidas mensagens de produtos e serviços que tenham concorrência no mercado e propagandas realizadas no Brasil e no exterior que tenham estrangeiros como público-alvo.

Responsabilidades

A publicação do Diário Oficial da União deixa bem claro que os órgãos serão responsáveis por solicitar as suspensões e deverão ter registrados todos os dados referentes aos períodos de veiculação, de suspensão, entre outros.

Caso o assunto tratado pela publicidade seja de vital importância aos cidadãos, o órgão deverá efetuar uma solicitação junto à Secretaria de Comunicação.

Confira mais detalhes da publicação (Parte 1 e parte 2).

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]