CMFS: vereador Correia Zezito critica atuação do prefeito José Ronaldo

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Correia Zezito critica atuação de José Ronaldo.
Correia Zezito critica atuação de José Ronaldo.
Correia Zezito critica atuação de José Ronaldo.
Correia Zezito critica atuação de José Ronaldo.

O vereador Correia Zezito (PTB) ocupou a tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana para reclamar que não foi valorizado pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho. A queixa foi feita nesta quarta-feira (11/03/2014), durante a última sessão ordinária da segunda etapa do primeiro período da 17ª Legislatura da Casa da Cidadania.

O vereador disse que, no mês de abril deste ano, ele e o padre José Cícero Silva encaminharam ofícios ao chefe do Executivo Municipal solicitando a recuperação da praça central do Jardim Cruzeiro, onde está situada a Paróquia Senhor do Bonfim. Correia salientou que nos últimos meses não deixou de lembrar ao prefeito sobre a necessidade da obra.

Ele contou que ontem foi a um evento na referida igreja, em comemoração aos 20 anos de sacerdócio do padre José Cícero. O edil disse que o prefeito José Ronaldo também se fez presente e, na oportunidade, falou sobre a reforma da praça central do Jardim Cruzeiro, mas, segundo Correia, o gestor do Município, em momento algum, mencionou o seu nome, como um dos reivindicadores da obra.

“O prefeito sabia que eu estava na Igreja, porque o padre Cícero citou o meu nome, estava presente com mais de 600 pessoas, mas ele (José Ronaldo) não teve coragem de dar o crédito ao vereador do PTB, que passou o ano todo apoiando os projetos da Prefeitura, passando vergonha na minha comunidade por conta da CIP, que votei a favor”, protestou.

Correia afirmou que está passando dificuldade dentro da comunidade que reside e representa, porque, conforme o vereador, o Governo Municipal não colocou nem sequer um quebra-mola no bairro Rua Nova. “Espero que, em 2014, eu tenha o respeito do prefeito, para continuar do lado dele. O meu partido hoje é Governo. Espero nunca ter que procurar o partido em Salvador, para que eu seja também Governo do Estado”.

Ele garantiu que tem uma boa relação com o prefeito, “mas termino o ano zangado com o governo Ronaldo. Por que não deu crédito ao vereador Correia para mostrar as pessoas que eu estou trabalhando em prol da comunidade? Se eu tivesse o poder para executar obras, eu executaria”, disse.

O vereador afirmou que tem “luz própria” e fez questão de salientar que, no período eleitoral, só foi em duas caminhadas do prefeito José Ronaldo. “Uma no bairro Jussara e a outra na Rua Nova e, mesmo assim, eu fui eleito, porque tenho trabalho e vou mostrar o tanto que eu trabalho em prol da comunidade de Feira de Santana. Eu comecei aqui falando da Rua Nova e da Polícia, mas hoje eu faço trabalho social em todos os lugares de Feira”, ressalto

Correia Zezito acrescentou: “mesmo que o prefeito não me ajude a executar o meu trabalho, eu vou brilhar assim mesmo; vou trabalhar, porque eu sou de enfrentar. Eu não vim para esta Casa para ficar puxando saco de ninguém e ficar me humilhando. Eu tenho 50 anos de idade. Daqui para frente, em 2014, nesta Casa, eu volto diferente. Não vou cometer os mesmos erros”, pontuou.

Nery denuncia de falta de equipamentos em posto de saúde do distrito Maria Quitéria 

O líder da bancada de oposição, vereador Alberto Nery (PT) ocupou a tribuna da Casa Legislativa, na manhã desta segunda-feira (24), para denunciar a falta de equipamentos em uma unidade de saúde do distrito Maria Quitéria.

O vereador relatou que a assessoria dele visitou recentemente o local, a pedido dos moradores daquele distrito, onde foi constatado que falta água com frequência, que não há bebedouro e falta até papel para receituário.

Além disso, “está faltando medicamentos, tais como: rifocina, dipirona e anticoncepcional. Falta vacina. Quando as vacinas chegam, são apenas 10 doses, o que não atende a demanda. O funcionamento começa às 9 horas e termina às 15 horas, e não funciona às segundas-feiras, gerando grande insatisfação aos que precisam do atendimento”, reclamou.

O petista disse também, com base em informações dos moradores, que só há um médico e, por conta disso, os pacientes precisam chegar 4 horas da manhã. Ressaltou também que quando há necessidade de um procedimento emergencial, os moradores têm que se dirigir ao posto de saúde do bairro Parque Ipê.

Ele acrescentou que os moradores do distrito Maria Quitéria denunciou ainda que os agentes de saúde há três anos não visitam as residências daquela localidade, para pesar as crianças beneficiadas pelo programa Bolsa Família.

Beldes reclama da “falta de atenção” do Governo Municipal para com o bairro Queimadinha 

O vereador Beldes Ramos (PT), em discurso na tribuna da Câmara, na manhã desta segunda-feira, disse que, em visita a algumas ruas do bairro Queimadinha, verificou que aquela comunidade está desassistida pelo poder público municipal.

Ele afirmou que a única obra que foi iniciada no referido bairro é a reforma da Escola Municipal Celso Ribeiro Daltro, que, segundo o vereador, se encontra parada.

Beldes contou que os moradores reclamam que a Prefeitura não tem olhado para a Queimadinha. “Podemos notar isso quando caem 20 minutos de chuva, pois a Queimadinha toda alaga. Ali não existe muita canalização de escoamento das águas das chuvas e, as poucas que existem, estão entupidas”, reclamou.

O petista disse, por exemplo, que a rua Intendente Abdon – principal via do bairro Queimadinha – fica intransitável quando ocorre chuva. E ressaltou que a situação é mais grave na rua Alcides Fadiga, por não ser pavimentada e não ter canalização para as águas das chuvas.

“Fica totalmente intransitável. Eu não sei se ali existem buracos nas ruas ou se existe uma rua nos buracos. Preciso que o líder do governo leve essas informações ao prefeito José Ronaldo, pois este, em seu período de campanha, prometeu que a rua Alcides Fadigas seria pavimentada”, disse Beldes.

Outro problema do bairro Queimadinha, segundo o oposicionista, é o transporte coletivo, “onde há apenas um micro-ônibus, que ainda demora de passar. Também causa transtornos a questão da linha de ônibus, onde muitos moradores já reivindicaram para que ela fosse estendida”.

Em aparte, o líder do governo, vereador Carlito do Peixe (DEM), disse que o bairro Queimadinha é visto como uma bacia, pois, segundo ele, há uma lagoa naquela região. O democrata informou que a lagoa já está sendo aterrada. Ele explicou que a rede de esgoto da Embasa não funciona bem, por conta do lençol freático, que é “rasante e corrente”.

Com relação à infraestrutura, Carlito salientou que a maior parte da Queimadinha já foi pavimentada em paralelepípedos e algumas ruas tiveram pavimentação asfáltica. Ele reconhece que é necessário fazer alguns complementos em pavimentação, além de melhorar as caixas de águas pluviais.

O governista informou que mesmo quando essas caixas estão limpas, as águas não dão seguimento, uma vez que “o nível é baixo e não dá para as águas escoarem”, disse o edil, assegurando que a Queimadinha está na lista dos bairros que receberão manutenção por parte da administração municipal.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 121698 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.