Senadora Lídice da Mata defende mais receitas para as prefeituras

Lídice da Mata: "Há um esgotamento do pacto federativo no Brasil.".
Lídice da Mata: "Há um esgotamento do pacto federativo no Brasil.".
Lídice da Mata: "Há um esgotamento do pacto federativo no Brasil.".
Lídice da Mata: “Há um esgotamento do pacto federativo no Brasil.”.

“Há um esgotamento do pacto federativo no Brasil. É preciso uma reforma desse modelo que destina a maior parte dos recursos para o governo federal, um pouco para os estados e nada para os prefeitos”.

Assim a senadora Lídice da Mata definiu a necessidade de renovação do quadro sucessório eleitoral durante a entrevista concedida à imprensa na Câmata Municipal de Vitória da Conquista, na quinta-feira (30/01/2014) antes do lançamento do livro “Convivendo com o Semiárido. A publicação elenca as propostas debatidas para o semiárido brasileiro, no seu mandato de senadora.

 A senadora já havia realizado encontro semelhante em Brumado pela manhã e, na véspera, em Caetité e Guanambi. Nesta sexta(31), Lídice reúne-se com lideranças do PSB e da Rede Sustentabilidade em Juazeiro.
“A seca arrebentou as receitas municipais e os prefeitos que já vinham de pires na mão agora estão de joelhos e o governo federal não foi capaz de mexer nessa questão primordial”, criticou a senadora. ”Eduardo Campos e Marina Silva representam o novo na política nacional. E na Bahia eu e Eliana representamos o novo também, não só para colocar fim da bipolaridade partidária, mas porque somos mulheres”.
Questionada se pretendia repetir o modelo da campanha ao governo de 1990, quando formou ao lado de Bete Wagner  e de Salete a chapa conhecida como “As Três Marias”, Lídice declarou que o candidato a vice-governador de sua chapa não precisa necessariamente ser mulher. “Vai ser o melhor vice que conseguirmos ter, o que mais agregue apoio políticos e representatividade na sociedade, pode ser uma mulher ou um homem. Podemos garantir que esse não é o nosso problema porque tem gente aí que está debatendo pra ver se encontra uma mulher para vice. Nós já temos uma mulher para o governo, e outra para o senado, não precisamos ficar catando mulher pra botar na chapa”.
Segundo o presidente do PSB de Vitória da Conquista, Elve Cardoso, as candidaturas de Eduardo Campos e Marina Silva em nível nacional, e de Lídice da Mata e Eliana Calmon em nível estadual representam o fortalecimento do PSB também na região Sudoeste do Estado. “Temos apenas dois representantes na Câmara Federal e cinco deputados estaduais. Precisamos crescer e o PSB tem projetos e princípios para ajudar transformar o Sudoeste, a Bahia e o Brasil”.
Além de Lídice e Elve, compuseram a mesa o ex-prefeito de Conquista, Raul Ferraz, o suplente de deputado federal e membro da executiva estadual do PSB, Bebeto Galvão, os representantes da Rede Sustentabilidade Lázaro Soares e Juvêncio Ruy, o prefeito de Cândido Sales, Helio Fortunato e os vereadores Gilzete, Adnilson e Arlindo Rebouças.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109691 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]