Salvador – Aumento do IPTU: deputado Nelson Pelegrino avalia que suspensão de IPTU da Ebal abre precedente às Adins

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Vista aérea de Salvador. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Vista aérea de Salvador. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Vista aérea de Salvador. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Vista aérea de Salvador. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)

O deputado federal Nelson Pelegrino (PT) comemorou a liminar que suspende “cobrança abusiva” do IPTU da Empresa Baiana de Alimentos (Ebal). O reajuste foi de 1.400%, saltando de R$ 568 mil para quase R$ 8 milhões. O valor representa o orçamento total de 2013 da autarquia. “A decisão confirma o entendimento da inconstitucionalidade do imposto” – afirmou o deputado. De acordo com ele, “muita gente ainda não pagou  esperando a suspensão da cobrança, e mesmo quem pagou, por temer as consequências, espera decisão favorável da justiça”.

A liminar, concedida nesta terça-feira (25/02/2014), abre precedentes a favor das Ações Diretas de Inconstitucionalidade (Adins), movidas pela OAB, partidos políticos, vereadores, entre outras instituições contra o reajuste do IPTU. “Confiamos na justiça. Tenho certeza que, logo após o carnaval, a cobrança será suspensa. É necessário que este IPTU seja avaliado pelos soteropolitanos e ajustado conforme a legislação” – defendeu Pelegrino.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 123279 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.