Deputado Valmir Assunção denuncia descaso da gestão de Luizinho Sobral em Irecê. Município perde R$ 15 milhões

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Valmir Assunção: “O estrago causado pelo atual gestor do município de Irecê deixa a céu aberto 650 buracos para a instalação das cisternas, 70 barreiros de trincheiras construídos e 65 cisternas concluídas”.
Valmir Assunção: “O estrago causado pelo atual gestor do município de Irecê deixa a céu aberto 650 buracos para a instalação das cisternas, 70 barreiros de trincheiras construídos e 65 cisternas concluídas”.
Valmir Assunção: “O estrago causado pelo atual gestor do município de Irecê deixa a céu aberto 650 buracos para a instalação das cisternas, 70 barreiros de trincheiras construídos e 65 cisternas concluídas”.
Valmir Assunção: “O estrago causado pelo atual gestor do município de Irecê deixa a céu aberto 650 buracos para a instalação das cisternas, 70 barreiros de trincheiras construídos e 65 cisternas concluídas”.

O deputado Valmir Assunção (PT-BA), durante discurso no plenário da Câmara Federal, nesta quarta-feira (19/02/2014), lamentou o cancelamento do convênio 016/2012, com valor global de R$ 15 milhões, firmado entre o governo federal e o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável de Irecê. Segundo Valmir, “trata-se de marcante exemplo de descaso, irresponsabilidade e má gestão do município de Irecê, sacrificando 1.660 famílias que teriam acesso aos benefícios deste convênio”.

O projeto, construído pelos técnicos do Centro de Assessoria do Assuruá (CAA) previa a construção de 1400 cisternas-enxurrada e 200 barreiros-trincheira, diversos quintais produtivos, o que beneficiaria direta e indiretamente 8 mil pessoas do território e geraria o investimento de quase 10 mil reais por família beneficiada.

De acordo com o petista, devido à irregularidades na prefeitura de Irecê, como a falta de relatórios físicos e financeiros, além de denúncias de paralisação das obras, dívidas com fornecedores e trabalhadores, retenção ilegal de carteiras de trabalho de profissionais contratados, o governo federal optou por cancelar o convênio. “O estrago causado pelo atual gestor do município de Irecê deixa a céu aberto 650 buracos para a instalação das cisternas, 70 barreiros de trincheiras construídos e 65 cisternas concluídas”, completou Valmir Assunção.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115202 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.