Deputado Carlos Gelison fala em jabás para imprensa e pede nomes

Carlos Geilson: “Sidônio tem o dever de informar à toda sociedade quando foram pagos os mencionados "jabás", os valores e quem foram os beneficiados”. (Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Carlos Geilson: “Sidônio tem o dever de informar à toda sociedade quando foram pagos os mencionados "jabás", os valores e quem foram os beneficiados”. (Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Carlos Geilson: “Sidônio tem o dever de informar à toda sociedade quando foram pagos os mencionados "jabás", os valores e quem foram os beneficiados”. (Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Carlos Geilson: “Sidônio tem o dever de informar à toda sociedade quando foram pagos os mencionados “jabás”, os valores e quem foram os beneficiados”. (Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)

As declarações de Sidônio Palmeira, assessor especial da presidência do Esporte Clube Bahia, sobre o pagamento de jabás a cronistas esportivos motivaram o discurso do deputado estadual Carlos Geilson (PTN) nesta quarta-feira (12/02/2014). Na Tribuna da Assembleia Legislativa, Geilson cobrou do assessor a lista dos nomes.

Sidônio Palmeira afirmou em entrevista a uma emissora de rádio que cronistas esportivos recebiam dinheiro da antiga gestão do clube. “Como cronista que sou, embora licenciado, exijo que o publicitário Sidônio Palmeira apresente os nomes dos integrantes da crônica esportiva da Bahia jabazeiros que viviam pongados, mamando nas tetas do Esporte Clube Bahia”.

Geilson disse que a afirmação do publicitário colocou no mesmo patamar todos os profissionais da crônica esportiva. “A imprensa da Bahia tem alavancado o esporte. Nas vacas magras, tem carregado nas costas esse futebol, especialmente os nossos clubes de massa. Agora essa imprensa é generalizada, acusada de jabazeira! Ele generalizou e tem obrigação de apontar os nomes”.

O parlamentar também reforçou cobrança de um posicionamento Associação Baiana de Cronistas Desportivos (ABCD). “O presidente da ABCD, Márcio Martins, tem que exigir que os nomes sejam divulgados para que todos nós tomemos conhecimento”. Em nota, a ABCD disse que “o Sr Sidônio tem o dever de informar à toda sociedade quando foram pagos os mencionados “jabás”, os valores e quem foram os beneficiados”.

O Sindicato dos Trabalhadores em Rádio, TV e Publicidade do Estado da Bahia (Sinterp), também manisfestou-se a respeito. “Se ele faz uma acusação desta, tem que comprovar para todos os veículos. Ele compromete não só a classe dos radialistas, mas também dos jornalistas e publicitários, como se toda imprensa baiana recebesse para falar bem ou mal do clube”, disse Everaldo Monteiro, coordenador do sindicato, em entrevista ao site Bahia Notícias.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110044 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]