Feira de Santana: OSBA realiza duas apresentações para o público

Os concertos gratuitos, na Igreja e Praça da Matriz, terão regência do maestro Carlos Prazeres.
Os concertos gratuitos, na Igreja e Praça da Matriz, terão regência do maestro Carlos Prazeres.
Os concertos gratuitos, na Igreja e Praça da Matriz, terão regência do maestro Carlos Prazeres.
Os concertos gratuitos, na Igreja e Praça da Matriz, terão regência do maestro Carlos Prazeres.

Dois momentos especiais da programação de Natal da cidade de Feira de Santana serão propiciados ao público pela Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA), com dois concertos sob a regência do maestro Carlos Prazeres, curador artístico da orquestra. A primeira apresentação gratuita acontece nesse domingo, dia 15, na Igreja Matriz, no Centro, às 18 horas. No programa, As Quatro Estações, uma das composições do período Barroco mais aplaudidas em todo o mundo, do mestre italiano Antonio Vivaldi (1678-1741). O solista será o violinista Samuel Dias, atual spalla da Sinfônica da Bahia.

Já no dia 21, sábado, a OSBA sobe ao palco da Praça da Matriz, também às 18 horas, para apresentar aos feirenses o “Concerto de Natal” ou “Concerto do Amor”, desta vez tendo como solista o costarriquenho – radicado na Bahia – Mario Ulloa (violão). O programa vai destacar peças de três compositores russos: Mikhail Glinka (1804-1857), Russlan e Ludmila; Sergei Prokofiev (1891-1953), Romeu e Julieta – “Love Dance”, e P. I. Tchaikovsky (1840-1893), também intitulada Romeu e Julieta; do espanhol Joaquín Rodrigo (1901-1999), o famoso Concerto de Aranjuez; do francês Gabriel Fauré (1845-1924), Pelléas et Mélisande; e do compositor alemão Richard Wagner (1813-1883), Tristan und Isolde (Tristão e Isolda). A OSBA é mantida pela Secretaria de Cultura do Estado por meio da FUNCEB e do TCA.

SAMUEL DIAS (solista) – O jovem músico paulista é atualmente spalla da OSBA e toca também com o grupo Camará, que desenvolve importante trabalho de popularização da musica contemporânea na Bahia. Entrou na Academia da OSESP em 2008, sob a orientação de Emmanuele Baldini. Em 2012, foi convidado a participar do Britten-Pears Summer Festival em Aldeburgh (Inglaterra), realizando turnê nas principais salas de concertos da Europa como BBC Proms (Londres), Concertgebouw (Amsterdam) e Ingolstantd (Alemanha). Também frequentou a Dartington International Summer School (Reino Unido), sob a orientação de Markus Däunert e a premiada violinista Midori Gotto.

MARIO ULLOA (solista) – Natural de Costa Rica, Mario Ulloa se dedica à arte do violão desde os quatro anos de idade em uma família com vasta tradição musical. Estudou durante seis anos no Conservatorio de Castella. Posteriormente, ingressou na Escuela de Artes Musicales de la Universidad de Costa Rica, em San José, formando-se em 1985, sob a tutoria do professor Luis Zumbado. Com bolsas de estudos do DAAD e do KAAD, continuou seus estudos musicais na Musikhochschule Köln, Alemanha, obtendo em 1990, sob a tutoria do maestro Eliot Fisk o mais alto diploma dessa instituição: Konzertexamen (Diploma de Concertista). Cursou o programa de pós-graduação na Escola de Música da Universidade Federal da Bahia obtendo, em 2001, seu Diploma de Doutor em Música. Venceu o Prêmio de Melhor Intérprete de Agustín Barrios, no Paraguai (1994), e o 5º Prêmio (Prêmio Printemps de la Guitare), na Bélgica (1997). Tem se apresentado na Inglaterra, Alemanha, Áustria, Holanda, Noruega, França, Bélgica, Canadá, Estados Unidos, México e outros países, além das principais capitais brasileiras. Ulloa reside atualmente em Salvador (BA).

CARLOS PRAZERES (regente) – Curador Artístico da Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA), é um dos mais requisitados maestros brasileiros de sua geração. Já dividiu o palco com artistas como Antonio Meneses, Hélène Grimaud, Augustin Dumay, Wagner Tiso, João Bosco, Stanley Jordan e Milton Nascimento, entre outros. Como maestro convidado, tem dirigido importantes conjuntos sinfônicos, tais como a Orchestre National des Pays de la Loire na França, Orquestra Internacional do Festival de Riva del Garda na Itália, Youth Orchestra of the Americas, Junge Philharmonie Salzburg, Filarmônica de Buenos Aires, Filarmônica de Montevidéu, Orquestra Amazonas Filarmônica, Jazz Sinfônica de São Paulo e as sinfônicas de Porto Alegre, Campinas e Brasília. À frente da OSBA, tem conduzido dezenas de apresentações de sucesso dentro das Séries TCA, Jorge Amado, Manuel Inácio da Costa e Glauber Rocha (Cine Concerto).

SERVIÇO:

O quê: Concerto “As Quatro Estações” – (OSBA)

Regência: Maestro Carlos Prazeres

Solista: Samuel Dias (violino)

Quando: 15 de dezembro de 2013, domingo, às 18 horas

Onde: Igreja da Matriz, Centro – Feira de Santana (BA)

ENTRADA FRANCA

O quê: Concerto de Natal da OSBA – Concerto do Amor

Regência: Maestro Carlos Prazeres

Solista: Mário Ulloa (violão)

Quando: 21 de dezembro de 2013, sábado, às 18 horas

Onde: Praça da Matriz, Centro – Feira de Santana (BA)

ENTRADA FRANCA

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112786 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]