MPF aciona ex-prefeito de Entre Rios por não prestar contas de verbas do Ministério do Turismo

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Ranulfo Souza Ferreira, ex-prefeito do município de Entre Rios.
Ranulfo Souza Ferreira, ex-prefeito do município de Entre Rios. A conduta do ex-gestor gerou prejuízo de mais de 355 mil reais ao erário, valor atualizado até março de 2010, diz MPF.

O Ministério Público Federal (MPF) em Alagoinhas ajuizou uma ação de improbidade administrativa contra o Ranulfo Souza Ferreira, ex-prefeito do município de Entre Rios, a 134 km de Salvador, por não prestar contas de verbas oriundas de Convênio firmado com o Ministério do Turismo. A conduta do ex-gestor gerou prejuízo de mais de 355 mil reais ao erário, valor atualizado até março de 2010.

A ação resulta de inquérito civil, que apurou que o ex-prefeito, que esteve à frente da administração do município entre 2005 e 2008, recebeu recursos do Ministério do Turismo, mas não prestou as devidas contas do montante recebido, nem deixou documentos na prefeitura que pudessem comprovar a correta aplicação das verbas, o que autoriza a conclusão de que os repasses foram malversados em sua totalidade.

Para o procurador da República Ruy Nestor Bastos Mello, “o ex-prefeito, na condição de gestor da coisa pública, possui o dever indeclinável de zelar pela correta aplicação de dinheiro público, atendendo-se aos princípios elencados no artigo 37 da Constituição Federal de 1988, ante a supremacia e indisponibilidade do interesse público, que é o fim maior da atuação do chefe do Poder Executivo municipal”.

O MPF requer a condenação de Ranulfo Souza Pereira na penas previstas no art. 12, inciso III, da Lei de Improbidade Administrativa (nº 8.429/92), inclusive a multa reparatória e a verba necessária ao ressarcimento do erário, incidindo sobre todos os valores os juros e a correção monetária legais.

A presente ação de improbidade integra a meta dos procuradores da República na Bahia para este ano, a fim de evitar a ocorrência da prescrição em relação às investigações que apuram irregularidades na gestão de prefeitos municipais, cujos mandatos encerraram-se no ano de 2008.

*Com informações do  Ministério Público Federal (MPF).

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113734 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]