Hospital da Mulher de Feira de Santana incentiva doação de leite materno

Estoque baixo de leite materno do Hospital Inácia Pinto dos Santos dispara alerta.
Estoque baixo de leite materno do Hospital Inácia Pinto dos Santos dispara alerta.
Estoque baixo de leite materno do Hospital Inácia Pinto dos Santos dispara alerta.
Estoque baixo de leite materno do Hospital Inácia Pinto dos Santos dispara alerta.

Um gesto que depende da solidariedade e da vontade pessoal: a doação do leite materno. Ele alimenta e pode salvar vidas. No Banco de Leite do Hospital Inácia Pinto dos Santos, o Hospital Mulher, não há estoque. A quantidade do leite doado tem sido a mesma que é distribuída entre os bebês.

A redução do estoque de leite é atribuída à baixa demanda de mães doadoras nesta época do ano. Atualmente, apenas vinte delas estão cadastradas no hospital.

O estoque ideal, considerado de segurança, é de no mínimo 60 litros, a depender da demanda – tanto no número de recém nascidos quanto na quantidade do alimento que cada um deles necessita.

A coordenadora do Banco de Leite, Débora Castro, observa que nos meses entre novembro a janeiro, caem as doações em razão das festas, viagens e férias. “A prioridade no final de ano já não passa a ser as doações”, lamenta.

O leite doado alimenta crianças internadas na UTI Neonatal, Unidade de Cuidado Intermediário e na Unidade Canguru e, quando necessário, também no ambulatório. Elas, geralmente, apresentam baixo peso ou outros problemas de saúde.

A coordenadora explica que as mães internadas são conscientizadas a fazer a doação, mas boa parte delas é de outros municípios. “Elas ficam internadas no período de até 72h e depois vão para suas cidades de origem”, diz.

Juliana Nascimento é exemplo de mãe sensibilizada a doar o alimento. Ela teve seu filho no Hospital da Mulher.“É um gesto importante. O leite ajuda no desenvolvimento do bebê, protegendo contra doenças. A gente sabe o dia hoje, mas não sabe o dia de amanhã”, disse.

As mulheres que estão amamentando e quiser doar o leite basta demonstrar o interesse no Banco de Leite ou entrar em contato pelo número (75) 3602-7156. Durante a visita domiciliar é preenchido um cadastro, que é levado à unidade. Após avaliação de exames, a equipe retorna para repassar as orientações sobre a ordenha e o armazenamento correto do leite.

São fornecidos um frasco de vidro com tampa de rosca, touca e máscara. A coleta é feita a cada dois dias por prepostos do Corpo de Bombeiros, que foram treinadas para isso.

“O leite depois da ordenha permanece 15 dias sob refrigeração para ser pasteurizado e submetido aos testes laboratoriais e biológicos. É cuidadosamente analisado”, explica a coordenadora do Banco de Leite.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112550 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]