Especialista alerta para cuidados na cirurgia plástica em adolescentes

Cirurgião Tiago Amoedo alerta para cuidados na cirurgia plástica em adolescentes.
Cirurgião Tiago Amoedo alerta para cuidados na cirurgia plástica em adolescentes.
Cirurgião Tiago Amoedo alerta para cuidados na cirurgia plástica em adolescentes.
Cirurgião Tiago Amoedo alerta para cuidados na cirurgia plástica em adolescentes.

Estar fora dos padrões atuais de beleza pode ser muito frustrante, principalmente na adolescência. Se por um lado, os jovens têm necessidade de autoafirmação, por outro, a adolescência é uma fase de muitas insatisfações com a aparência assim como de muitas mudanças no corpo. Além dos conflitos emocionais e de relacionamento, acarretados com a baixa autoestima, os jovens insatisfeitos com a própria aparência também podem sofrer preconceitos. Nos últimos quatros anos, de 2008 a 2012, o número de jovens com idade entre 14 e 18 anos que submeteram-se a procedimentos corretivos aumentou 141% no Brasil. Segundo levantamento da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), o número de cirurgias plásticas em adolescentes nessa faixa etária subiu de 37.740, em 2008, para 91.100 em 2012.

Embora não exista uma idade mínima para se submeter à cirurgia plástica, o cirurgião Tiago Amoedo, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBPC), esclarece que é importante uma avaliação criteriosa de cada paciente. Quando o corpo do jovem já está desenvolvido e ele pode ser considerado biologicamente um adulto, caso haja uma indicação médica precisa, ele já pode ser operado. Se a cirurgia for exclusivamente estética, os adolescentes necessitam autorização dos pais ou responsáveis. “É importante que haja um dialogo dos jovens com seus pais para que se identifique a importância do procedimento. A escolha de um cirurgião de confiança e qualificado, que avalie a real necessidade da intervenção cirúrgica, também é fundamental”, explica o médico “É preciso identificar se é somente uma questão de vaidade, influência de amigos ou até outros problemas emocionais, é importante conhecer as reais expectativas do adolescente para que, no futuro, ele não se arrependa,” acrescenta o especialista. “Os jovens têm menos risco cirúrgico e recuperação mais rápida, mas a indicação cirúrgica deve ser sempre muito precisa e criteriosa,” finaliza o médico.

A hipertrofia mamária (crescimento exagerado das mamas) é um dos motivos para uma indicação cirúrgica nas jovens. O tamanho das mamas pode causar dores de costas, pescoço e ombros, dor de cabeça e dores no peito. A lipoaspiração e o implante de próteses de silicone são as técnicas mais procuradas entre as jovens. Já os rapazes recorrem, com mais frequência, à ginecomastia, uma correção cirúrgica das mamas que crescem demais, e à cirurgia para correção da orelha de abano.  A rinoplastia, procedimento para melhorar o aspecto estético do nariz e a qualidade da respiração, também é uma técnica bastante procurada.

O Brasil ocupa o segundo lugar no ranking mundial de cirurgias plásticas. O país só perde para os Estados Unidos, segundo pesquisa realizada pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (Isaps) com participação da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBPC).

A escolha de um cirurgião qualificado e que tenha o título de especialista em cirurgia plástica da SBCP é o primeiro passo para garantir um bom resultado. “A cirurgia plástica avançou muito nos últimos anos e se tornou menos invasiva e mais segura, mas a medicina não é uma ciência exata e qualquer procedimento cirúrgico tem riscos”, esclarece o cirurgião Tiago Amoedo, reforçando a importância da qualificação profissional adequada para a realização de qualquer procedimento cirúrgico. De acordo com estudo realizado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, grande parte dos erros médicos atribuídos a cirurgias plásticas é proveniente de procedimentos realizados por médicos sem  especialização. Um especialista em cirurgia plástica se prepara durante onze anos, entre faculdade, residência médica e especialização.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108770 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]