CMFS: vereador informa que STF liberou shoppings para cobrarem estacionamento dos clientes

Ronny: “A gente lamenta profundamente.".
Ronny: “A gente lamenta profundamente.".

Lei municipal de nº 2.792/2007, de autoria do ex-vereador Roberto Tourinho, que dispõe sobre isenção de cobrança em estacionamentos de shoppings centers pode ser revogada. A informação foi prestada pelo vereador Reinaldo Miranda – Ronny (PSDB), em pronunciamento na Câmara Municipal nesta quarta-feira (04/12/2013).

Segundo ele, ontem, o Supremo Tribunal Federal julgou inconstitucional a lei que institui a gratuidade em estacionamentos de shoppings centers. Ronny lamentou essa decisão do STF.

“A gente lamenta profundamente. Aqui eu falo, agora, não como vereador, mas como frequentador do shopping, por saber dos preços abusivos que já são cobrados em Feira de Santana. Nós frequentadores, usuários do shopping dentro em breve teremos que pagar esse estacionamento, como já acontece nos shoppings de Salvador”, reclamou Ronny.

Edvaldo reclama da falta de divulgação da imprensa de evento evangélico

O vereador Edvaldo Lima (PP) ocupou a tribuna da Casa Legislativa, nesta quarta-feira (04.12.2013), para reclamar da imprensa feirense sobre a “falta” de divulgação da sessão especial que comemorou o Dia da Consciência Evangélica, na noite da última segunda-feira. De acordo com Edvaldo, apenas o programa Sem Nome, da Rádio Povo AM, noticiou o evento. Em sua opinião, os evangélicos são discriminados.

Ele informou que a referida sessão foi “linda” e contou com a presença de pastores, ministros e apóstolos de inúmeras igrejas de Feira de Santana, que lotaram o plenário e a galeria da Casa da Cidadania. “E a imprensa não divulgou nada; parece que não aconteceu nada. Ora, só por que é evangélico?”, indagou.

Indignado, Edvaldo Lima, que é membro da Igreja Assembleia de Deus, declarou: “nós comemos, bebemos, amamos, respeitamos e temos um maior afeto por todas as pessoas. A gente só não comunga com os pecados das pessoas”.

Em aparte, o vereador Alberto Nery (PT), que também é evangélico e prestigiou a sessão especial, disse que, “realmente, foi um culto muito bonito. Esta Casa nunca esteve tão cheia e nós podemos ouvir aqui a pregação da palavra de Deus, que foi bastante importante”.

O vereador Eli Ribeiro (PRB), que é pastor evangélico, ratificou as palavras dos edis citados e lembrou que, no Rio de Janeiro, houve um importante encontro da Igreja Universal do Reino de Deus, que contou “com mais de mais 3 milhões de pessoas”, mas, segundo ele, a mídia só deu ênfase ao lixo que foi gerado no evento. “Sabe qual foi o destaque da imprensa? Foi que os fiéis sujaram a Praia de Copacabana”, salientou.

Na oportunidade, o vereador Welligton Andrade (PTN) disse que não tem intolerância religiosa. “Aceito os evangélicos como segmento transformador da sociedade. Agora, precisamos fazer justiça também. Não vamos cobrar daqueles meios de comunicação que não divulgaram o evento; vamos agradecer aqueles que divulgaram. O Folha do Estado trouxe o registro, o programa Sem Nome, da Rádio Povo, também”, ressaltou.

“Santa Barbara me protege sempre”, afirma José Carneiro

O vereador José Carneiro, em discurso na sessão ordinária da Câmara Municipal, em alusão ao Dia de Santa Bárbara (4 de dezembro), fez questão de salientar que é devoto da santa cristã da Igreja Católica. Madrinha do Corpo de Bombeiros e padroeira dos mercados, Santa Bárbara também é homenageada pelos adeptos do Candomblé onde é sincretizada como Iansã.

“Santa Bárbara me protege sempre, cotidianamente”, afirmou o edil, informando que não iria deixar de prestigiar hoje o tradicional caruru de Santa Bárbara do Centro de Abastecimento de Feira de Santana.

Na oportunidade, ele se pronunciou sobre a reclamação do vereador Edvaldo Lima a respeito da  “pouca” divulgação da sessão especial que comemorou o Dia da Consciência Evangélica, na noite da última segunda-feira.

“Eu tenho muito respeito às religiões, em especial aos evangélicos, agora, eu não vejo como uma discriminação a imprensa não divulgar ou não fazer propaganda de uma sessão solene, de uma homenagem prestada a um pastor, cidadão, seja ele quem for. A imprensa não tem obrigação, no meu ponto de vista, de dar destaque a homenagens. Aliás, os evangélicos já ocupam espaço nas emissoras de rádio, diga-se de passagem,  muito grande”, declarou o edil.

Em sua opinião, tem vereador que confunde esta tribuna da Câmara como um oratório. “Isto aqui é para discutir política. Na hora em que a gente quiser fazer um culto, temos que ir para a igreja rezar, falar de Deus”, disse José Carneiro.

O edil ressaltou que o Deus dele é mesmo dos evangélicos. “É o nosso Deus, ele é único. Eu também acredito em Deus, tenho certeza disso. Agora, entender que Deus só existe para quem é evangélico, eu não comungo dessa teoria. Se eu sirvo a Deus como os senhores evangélicos servem, eu não sei. Quem vai julgar é ele. Nenhum cidadão, nem evangélico nem católico tem direito de julgar as minhas convicções com relação à religião”, pontuou.

Em consonância com o pronunciamento de José Carneiro, o vereador Roque Pereira, que é católico, disse que “não podemos fazer aqui o individualismo, principalmente quando se trata de religião”. Ele afirmou que respeita todas as religiões e relatou que no último domingo participou de um culto religioso numa igreja evangélica da cidade.

O edil também fez questão de informar que participaria das homenagens à Santa Bárbara no Centro de Abastecimento, juntamente com os seus colegas vereadores José Carneiro, Correia Zezito, Carlito do Peixe e Welligton Andrade.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 106678 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]