Novembro Azul: Saiba como se prevenir contra o câncer de próstata

O câncer de próstata é mais incidente que o câncer de mama.
Neste mês, é a vez dos homens terem uma atenção especial com a saúde.

Neste mês, é a vez dos homens terem uma atenção especial com a saúde. Novembro é internacionalmente reconhecido como o mês de combate ao câncer de próstata. No Brasil, a campanha Novembro Azul é realizada em parceria pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) e o Instituto Lado a Lado, com o objetivo de orientar a população masculina sobre a importância do exame de toque retal e de PSA para o diagnóstico precoce deste tipo de câncer.

A Sefaz também está também engajada na campanha e, por meio do Núcleo de Desenvolvimento do Ser Humano (NDSH), irá realizar duas palestras sobre o assunto para os fazendários. A primeira será no dia 27/11, às 16h30, na UCS, com o médico urologista Ubirajara Barroso. A outra vai acontecer dia 28/11, no mesmo horário, no auditório do prédio-sede da secretaria, com o médico Anselmo Hoffmann.

O câncer de próstata é mais incidente que o câncer de mama, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), que em sua estimativa (2012/2013) prevê 60.180 novos casos de câncer de próstata e 52.680 de mama. Pesquisa realizada pelo Datafolha para a SBU, em 2009, constatou que o preconceito com o exame de toque retal ainda é forte no Brasil. Apenas 32% dos homens brasileiros declararam já ter feito o exame. Cerca de 30% dos pacientes do SUS são diagnosticados com câncer de próstata já avançado. Se forem descobertos no início, 90% dos casos são curáveis.

Novembro Azul

Além da iluminação de pontos turísticos em diversas capitais brasileiras, as ações da campanha ainda englobam a distribuição de panfletos em estádios de futebol durante o campeonato brasileiro.

A doença

O câncer de próstata é a neoplasia maligna mais comum entre os homens. A detecção precoce é fundamental para seu tratamento, visto que, nessa fase, 90% são curáveis. Em sua fase inicial não há sintomas. Por isso, a ida anual ao urologista é essencial para o acompanhamento da glândula. Em 2013, a Sociedade Brasileira de Urologia inicia uma nova recomendação, baseada nos trabalhos científicos publicados nos últimos anos: o exame de toque retal deve ser feito a partir dos 50 anos em homens sem casos na família, aos 45 anos em homens com casos na família e, também, por negros, por conta da maior incidência observada nessa etnia.

O câncer de próstata é mais incidente que o câncer de mama.
O câncer de próstata é mais incidente que o câncer de mama.
Alberto Peixoto
Sobre Alberto Peixoto 488 Artigos
Antonio Alberto de Oliveira Peixoto, nasceu em Feira de Santana, em 3 de setembro de 1950, é Bacharel em Administração de Empresas pela UNIFACS, e funcionário público lotado na Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, atua como articulista do Jornal Grande Bahia, escrevendo semanalmente, é escritor e tem entre as obras publicadas os livros de contos: 'Estórias que Deus Duvida', 'O Enterro da Sogra, 'Único Espermatozoide', 'Dasdores a Difícil Vida Fácil', participou da coletânea 'Bahia de Todos em Contos', Vol. III, através da editora Òmnira. Também atua incentivador da cultura nordestina, sendo conselheiro da Fundação Òmnira de Assistência Cultural e Comunitária, realizando atividades em favor de comunidades carentes de Salvador, Feira de Santana e Santo Antonio de Jesus. É Membro da Academia de Letras do Recôncavo (ALER), ocupando a cadeira de número 26. E-mail para contato: [email protected] Saiba mais sobre o autor visitando o endereço eletrônico http://www.albertopeixoto.com.br.