Governo lança Atlas Eólico da Bahia em Fórum Nacional do setor

Atlas Eólico da Bahia é lançado durante o 5º Fórum Nacional Eólico.
Atlas Eólico da Bahia é lançado durante o 5º Fórum Nacional Eólico.
Atlas Eólico da Bahia é lançado durante o 5º Fórum Nacional Eólico.
Atlas Eólico da Bahia é lançado durante o 5º Fórum Nacional Eólico.

O Governo do Estado lançou na quarta-feira (13/11/2013), em Salvador, o Atlas Eólico da Bahia. O lançamento ocorreu no Gran Hotel Stella Maris, na cerimônia de abertura do 5º Fórum Nacional Eólico (FNE) – Carta dos Ventos, com a presença do governador Jaques Wagner.

A publicação é uma parceria das secretarias estaduais de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e de Infraestrutura (Seinfra) com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial/Centro Integrado de Manufatura e Tecnologia (Senai/Cimatec). Ela apresenta os resultados do mapeamento do potencial eólico da Bahia, elaborado a partir de simulações computacionais e dados de ventos medidos durante os últimos anos em diversas localidades do estado e obtidos por meio de parcerias do Governo com 14 empreendedores do setor de energias renováveis.

Embora a Bahia tenha um dos maiores potenciais de geração eólica no Brasil, ainda não possuía um Atlas com medições a 150 metros, sendo essa altura um novo patamar de desenvolvimento e produção de equipamentos de maior potência de geração de energia.

“O Atlas é uma importante ferramenta para estudos, planejamento e projetos de âmbito do setor eólico da Bahia”, afirma o titular da Secti, Paulo Câmera. A distribuição será nos formatos livro (96 páginas, 46x33cm) e mapa de parede (70x100cm).

São 62 mapas que ilustram os diferentes parâmetros da distribuição dos ventos e de outras variáveis climáticas sobre o território baiano, bem como aspectos gerais sobre a infraestrutura e legislação ambiental.

Saiba +

Baixe o Atlas Eólico da Bahia.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109710 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]