Deputado Zé Neto comenta sobre ações do governo Wagner em Feira de Santana

Zé Neto concede entrevista ao programa Acorda Cidade, em Feira de Santana.

Zé Neto concede entrevista ao programa Acorda Cidade, em Feira de Santana.

Para participar do quadro “Sala do Povo” do programa Acorda Cidade, na qual a população feirense pode fazer questionamentos ao entrevistado, o deputado estadual Zé Neto (PT), líder do Governo da Assembleia Legislativa  da Bahia visitou os estúdios da Rádio Sociedade AM 970, em Feira de Santana, na manhã desta quarta-feira (13/11/2013).

O deputado aproveitou a oportunidade para convidar a população feirense para a inauguração do Centro Oncológico do Hospital Estadual da Criança (HEC), a ser realizada na próxima terça-feira (19). O espaço vai contar com nove especialistas coordenados pela oncopediatra Núbia Mendonça, sócio-fundadora do Grupo de Apoio à Criança com Câncer da Bahia (GACC). “A população terá um grande ganho com o oferecimento desses novos serviços”, disse Zé Neto.

Sobre o pagamento da URV e Delta

O parlamentar confirmou o pagamento dos salários da Delta, empresa terceirizada que presta serviços ao Estado da Bahia, e esclareceu as dúvidas dos ouvintes quanto a URV. Conforme decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), servidores públicos estaduais e municipais que tiveram os vencimentos convertidos por meio de lei estadual na mudança do cruzeiro real para a Unidade Real de Valor (URV), instituída em 1994 como forma de transição para o real, teriam suas perdas salariais pagas. Segundo Zé Neto, apesar da decisão tomada pelo STF não ser agradável aos funcionários do ponto de vista da execução, o Estado já está buscando a melhor solução.

“Nós estamos procurando um formato e o Supremo precisa apontar uma saída do ponto de vista de como será feito o pagamento, designando como é que os Estados vão fazer esse pagamento e atentando para incluir na conta sem repercutir no campo pessoal, já que os casos serão analisados um a um”, disse Zé Neto.

Obra que liga Humildes às BRs 324 e 101

Zé Neto disse que, em breve, uma reunião com a comunidade deverá discutir o tipo de pavimentação a ser executada. “A obra já começou, inclusive queremos marcar, no mais tardar na próxima semana, para que a gente possa discutir o tipo de calçamento a ser colocado. Inicialmente um estudo técnico apontou que o paralelepípedo era a melhor solução, porque ali tem muitas casas ao redor; mas, já outra perspectiva aponta que mais de 2/3 seja feito com asfalto, e esse também é o anseio da comunidade”, apontou.

Centro de Convenções deverá ser entregue em maio/2014

Segundo o deputado Zé Neto, a obra está sendo executada dentro do cronograma e até dezembro a estrutura metálica deve ser finalizada, e alerta sobre a administração do Centro. “Dentro dos próximos 30 dias, a parte metálica deve está sendo finalizada. A obra completa devemos entregar antes do mês de maio/2014. Quando a obra ganhar um pouco mais de dimensão, lá em dezembro, precisamos puxar uma discussão com a comunidade, inclusive o pessoal da área de cultura, do comércio e da indústria. Nós precisamos administrar o Centro no campo privado e fazê-lo por PPPs (Parcerias Público-Privadas)”, colocou.

Avenida Nóide Cerqueira

“Ainda estamos resolvendo algumas situações de indenizações, mas o cronograma está em dias. Tínhamos previstas 114 desapropriações, mas conseguimos reduzir esse número para 74. Depois conseguimos poupar mais 18, adequando o projeto a passar por uma alternativa. Com as plantas aqui em mãos, podemos ver que a via foi mais uma vez deslocada, dessa vez para viabilizar a continuidade de um campo de futebol e 16 residências; a obra agora vai passar pelo centro do terreno. Então, por conta desses ajustes que são muito necessários, estamos segurando um pouco”, retificou.

Itatiaia, Iguatemi e Ayton Senna

Sobre as avenidas, Zé Neto pontuou que são responsabilidades do Município. “Estas avenidas não são competência do Estado, apesar de termos viabilizado a construção dos projetos executivos. Inclusive, duas delas são contrapartida do Município ao programa Minha Casa, Minha Vida. Apesar disso, o Estado viabilizou a construção dos projetos, inclusive o deputado Fernando Torres conseguiu uma emenda de R$5 milhões, que inclusive já está disponível na Caixa Econômica; e nós do Estado entramos com R$ 4 milhões para a Avenida Ayrton Senna. O Estado já fez sua parte na abertura da avenida, construção de casas e indenização das famílias”, disse o líder do Governo.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]