Prefeitura de Feira de Santana registra 85 mortes por câncer de mama em menos de três anos

Paço Maria Quitéria, sede da Prefeitura Municipal de Feira de Santana. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Paço Maria Quitéria, sede da Prefeitura Municipal de Feira de Santana. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)
Paço Maria Quitéria, sede da Prefeitura Municipal de Feira de Santana. (Foto: Carlos Augusto  |  Jornal Grande Bahia)
Paço Maria Quitéria, sede da Prefeitura Municipal de Feira de Santana. (Foto: Carlos Augusto | Jornal Grande Bahia)

Nos últimos dois anos e dez meses, 85 mulheres morreram em decorrência do câncer de mama em Feira de Santana. Deste total, 36 tinham idade entre 50 e 69 anos, o que corresponde a 42%. Os números foram apresentados durante o Seminário de Prevenção ao Câncer de Mama, que aconteceu na tarde desta sexta-feira, 25, no auditório João Batista Cerqueira, da Secretaria Municipal de Saúde. A iniciativa fez parte da programação do movimento Outubro Rosa.

Os dados referentes ao período entre 2011 e 2013 (até o dia 23 de outubro) apontam ainda 26 mortes de mulheres na faixa etária de 40 a 49 anos, e 23 de mulheres acima de 70 anos. A secretária municipal de Saúde, Denise Mascarenhas, observa que o objetivo durante este período é conscientizar as mulheres quanto a importância do diagnóstico.

“E toda a rede municipal está trabalhando com este propósito, de levar para as ruas de que a prevenção é o caminho. Neste sentido, a Secretaria Municipal de Saúde, Hospital da Mulher, CMPC, CMDI, Fundação Hospitalar, e demais órgãos estão unidos”, salientou. Os dados também apontam que é baixa a procura por exames de mamografia. Somente este ano foram ofertados 53.080 exames, mas deste total foram realizados 12.251, que corresponde a 23%.

A ginecologista e obstetra do Programa Municipal de Assistência Integral à Saúde da Mulher, Rita Rios, destacou a necessidade do trabalho integrado de toda a rede. “A UBS e o PSF são a porta de entrada para a conscientização da mulher. O objetivo não é apenas diagnosticar o câncer, mas também dar o encaminhamento necessário. Com planejamento e ação alcançaremos os resultados”, apontou.

Os direitos legais dos portadores de câncer também foram evidenciados durante o seminário, com a palestra do advogado Manuel Falcanery Rios Júnior. “A lei assegura ao paciente o direito a tratamento digno e melhor recurso de vida ou sobrevida. Os segurados de planos de saúde devem estar atentos a isso. Eles têm direito aos métodos menos agressivos”, frisou.

O prefeito José Ronaldo de Carvalho destacou a simbologia do Outubro Rosa. “Que o rosa presente nas camisas, faixas, e todos os símbolos, seja sinônimo de beleza e amor. Amor ao próximo. É fundamental um atendimento que represente carinho e atenção às pessoas. Parabéns a todos por esse movimento. Que esses encontros, debates, conversas, e exames contribuam para o bem da sociedade”, declarou.

O evento também contou com uma apresentação do fluxograma de atendimento do Unacon, proferida pelo médico Adriano Mata Pires Carvalho, e palestra do médico Flávio Amorim, sobre “Inovações para diagnóstico e tratamento de Câncer de Mama”.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111072 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]