Oposição denuncia conta aberta pelo governo da Bahia no BB que já chegou a apresentar saldo negativo de R$ 3 bilhões

Deputado Elmar Nascimento acompanhou uma série de questionamentos que ficaram sem resposta ou que não convenceram os deputados presentes à audiência pública.
Deputado Elmar Nascimento acompanhou uma série de questionamentos que ficaram sem resposta ou que não convenceram os deputados presentes à audiência pública.
Deputado Elmar Nascimento acompanhou uma série de questionamentos que ficaram sem resposta ou que não convenceram os deputados presentes à audiência pública.
Deputado Elmar Nascimento acompanhou uma série de questionamentos que ficaram sem resposta ou que não convenceram os deputados presentes à audiência pública.

O secretário da Fazenda Manoel Vitório não soube explicar supostas irregularidades existentes em uma conta aberta em 2010 pelo governo do Estado no Banco do Brasil, com o número 1000000-3, que já chegou a atingir um saldo negativo de R$ 3 bilhões. Por conta disso, a oposição vai solicitar ao governo do estado, com base na lei de transparência, os extratos da movimentação dessa conta, para, caso sejam verificadas irregularidades em sua movimentação, entrar com uma representação junto ao Ministério Público para que sejam tomadas as providências cabíveis.

A denúncia, apresentada pelo deputado Carlos Gaban (DEM) e corroborada pelo líder da oposição na Assembleia Legislativa Elmar Nascimento (DEM), acompanhou uma série de questionamentos que ficaram sem resposta ou que não convenceram os deputados presentes à audiência pública realizada na manhã dessa quarta-feira (23/10/2013) na Casa para marcar a prestação de contas do governo do estado referente ao terceiro trimestre deste ano.

Os deputados oposicionistas questionaram ainda o baixo índice de execução orçamentária em 2013, o pífio percentual de apenas 3,77% do orçamento aplicado em investimentos, a antecipação de receitas, a utilização de recursos vinculados e outros provenientes de órgãos como o Detran e a CBPM para pagar contas de custeio, além da dificuldade para pagar aos prestadores de serviços, sobretudo quando consta nos Demonstrativos do Resultado Nominal e da Dívida Consolidada, que espelha a disponibilidade de caixa do Estado para quitar suas dívidas, um saldo de R$ 6,2 bilhões, que somados aos R$ 885,6 milhões de haveres a receber, chega a R$ 7 bilhões, valores esses atribuídos pelo secretário como erro contábil.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108872 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]